33.3 C
Rio Branco
24 julho, 2021 6:01 pm

Escolinha de futebol no Jordão que educa mais de 600 crianças carentes precisa de ajuda

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Com quase 3 anos de história no município do Jordão, interior do Acre, a Escolinha de Futebol Dionísio Farias, que trabalha com a educação esportiva de pelo menos 600 crianças de 6 a 15 anos, vem passando por algumas dificuldades para continuar com a prática que une bem estar, ressocialização e cidadania.

Principalmente por conta da pandemia, os jogos conduzidos pelo professor e treinador Adir Pereira – que dedicou sua vida ao projeto -, foram retomados há pouco mais de um mês, com todas as regras de higienização e segurança, mas com poucos investimentos para manter os pequenos no futebol.

Adir treinando as crianças/Foto: Reprodução

“São muitas crianças que não têm o que comer e o que vestir em casa e, por isso, encontram dificuldades para participarem do esporte que educa, insere na sociedade e promove bem estar. Também estamos com poucos materiais, roupas e chuteiras para os jogos. A pandemia não facilitou as coisas”, explicou à reportagem do ContilNet.

“Eu sinto que eles podem ser úteis fazendo o que gostam de fazer. Isso contribui para o crescimento deles e me sinto muito feliz por oportunizar isso”, continuou.

O professor pede ajuda para dar seguimento ao sonho de inserir o esporte no dia-a-dia dos garotos e facilitar a vida de todos.

“Quem quiser doar roupa, mesmo que seja usada, sapatos, bolas e o que sentir no coração, pode ficar à vontade. Isso não é apenas para os jogos, mas também para o dia-a-dia, tendo em vista que, às vezes, a maioria deles não tem roupa para usar ou sapato, por conta da situação financeira dos pais. Não quero que desistam pelas dificuldades”, comentou.

Adir com o deputado Jesus Sérgio, o governador Gladson Cameli e a primeira dama Ana Paula/Foto: Reprodução

Adir veio a Rio Branco na última semana, para um encontro com o governador Gladson Cameli e a primeira dama. Na ocasião, conseguiu o apoio de Ana Paula para o projeto que, atualmente, recebe também investimentos da Prefeitura Municipal do Jordão, mas que não são suficientes para atender as necessidades dos participantes.

A primeira dama agora é a segunda madrinha da escolinha. A desembargadora Eva Evangelista é primeira, que também financia a ação.

Durante a entrevista, Adir agradeceu as patrocinadoras, o governador e o prefeito da cidade, Elson Farias.

“Pessoas que com o coração e a alma abraçaram esse projeto e estão nos ajudando. Eu estou muito feliz e satisfeito”, explicou.

Os interessados em ajudar a escolinha de Adir, podem entrar em contato pelo (68) 99250-5764.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.