Rio Branco, Acre,


Jarbas Soster propõe integrar táxi, mototáxi e van ao transporte público da capital

Candidato a prefeito pelo Avante disse que o sistema focado apenas nos ônibus fracassou

O candidato a prefeito de Rio Branco pelo Avante, Jarbas Soster, tem uma proposta ousada para melhorar o transporte público de Rio Branco. Ele quer integrar ao sistema os modais que já vêm sendo utilizados pela população, como táxis, mototáxis e vans, por exemplo.

Segundo o empresário, o foco nos ônibus fracassou. “Não funciona e não atende mais a demanda da população, que sozinha está fazendo as mudanças desse modal antigo para os táxis compartilhados, por exemplo. As pessoas hoje fazem sua escolha e isso é muito bom”.

PUBLICIDADE

A declaração foi dada em entrevista exclusiva ao ContilNet como parte da rodada de conversar com os candidatos à prefeitura da capital. Na semana passada, participaram do bate-papo os candidatos Jamyl Asfury (PSC) e Roberto Duarte (MDB).

Soster afirmou que os ônibus têm demorado mais que o normal e culpou a atual administração pelo problema. “A população está esperando até 4 horas pra chegar em casa. A cidade é pequena, nada justifica essa demora. O sistema hoje não funciona porque a prefeitura não faz nada pra resolver”, disse o prefeiturável. A ideia do candidato é também implementar a bilhetagem eletrônica nessas novas modalidades de transporte.

Para melhorar a mobilidade urbana da cidade, ele pretende construir uma ponte entre os baurros Quinze e Aeroporto Velho. “O investimento é possível”, afirma.

Ele também criticou a prefeitura em relação à saúde. “Você vai aos bairros, conversa com a população e não tem atendimento básico. A prefeitura praticamente não tem os serviços essenciais funcionando. Você vai no posto e tem mal um clínico geral”, disse.

Para ele, é preciso entender os motivos pelos quais as pessoas tanto reclamam. “Precisamos humanizar o serviço. Fala-se de 30 mil pessoas esperando consulta. Isso é uma reclamação geral na periferia. A gente fica com o coração partido”. A proposta de Soster é trazer a iniciativa privada para gerir o serviço e implementar também as clínicas populares”.

Confira a entrevista na íntegra:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up