Rio Branco, Acre,


Após dias internado, pai de Márcio Garcia morre vítima da Covid-19: “Estava sofrendo”

Carlos Alberto Tavares Machado passou cerca de um mês internado em hospital em Juiz de Fora (MG)

O ator Márcio Garcia comunicou em suas redes sociais que seu pai, Carlos Alberto Tavares Machado, morreu após passar cerca de um mês internado por conta da Covid-19 em um hospital em Juiz de Fora, em Minas Gerais.

“Minha fé hoje foi testada mais do que nunca. Às vezes, não entendemos os propósitos de Deus em nossas vidas. Mas Ele é misericordioso, sábio e sempre age da maneira certa. Descanse em paz meu pai. Gratidão a cada um de vocês”, escreveu na legenda ao postar um vídeo falando sobre o assunto.

Márcio explicou que o pai morreu na noite desta sexta-feira (18). Internado, ele chegou a sofrer um AVC e perdeu os movimentos do lado esquerdo antes de precisar ser intubado mais uma vez nos últimos dias.

“Eu realmente deixei de falar algumas coisas, sempre procuro ser o mais otimista possível. Às vezes ele dava dois passos pra trás e um pra frente, dois pra frente e um atrás, mas sempre quis acreditar que ele estava se recuperando, mas infelizmente não resitu. A verdade é que ele já estava sofrendo bastante”, afirmou.

Leia na íntegra o relato de Márcio Garcia sobre o pai:

“Boa noite,pessoal. estou passando por aqui para agradecer mais uma vez a corrente que foi feita pro meu pai pela recuperação dele. Foi uma corrente muito bonita, de muita fé, muito amor, muita gente com palavras de conforto. Mas estou vindo aqui dizer que infelizmente meu pai não resistiu, o corpo dele não resistiu. Ele faleceu hoje, agora à noite.

Ia deixar para comunicar isso amanhã, mas vim aqui pedir mais uma corrente para vocês, um favor, para que a gente faça uma corrente para que ele faça uma passagem calma, serena e de muita luz.

Meu pai sempre foi uma pessoa muito justa, íntegra, muito amiga. Soube ser um grande exemplo pra mim, pros meus irmãos, pros netos, pra minha mãe, a ex-esposa dele, a atual esposa e todos os amigos. E eu realmente deixei de falar algumas coisas, sempre procuro ser o mais otimista possível. Às vezes ele dava dois passos pra trás e um pra frente, dois pra frente e um atrás, mas sempre quis acreditar que ele estava se recuperando, mas infelizmente não resitu.

A verdade é que ele já estava sofrendo bastante, ele teve um AVC, o lado esquerdo parou de se mover, ele voltou a ser intubado e ele foi descansar. O que fica é o carinho, o amor, a gratidão eterna que vou sentir por ele. Ele sempre foi um exemplo para todos nós, sempre uma palavra amiga, responsável, melhor conselheiro que já tive e vou ter, tenho certeza. Vai deixar muita saudade para todo mundo, mas eu confio em Deus e sei que Ele fez o que era melhor pra ele. A gente vai ficar com muita saudade, mas ele vai ser muito bem recebido lá em cima, tenho certeza.

Como eu disse, ele estava exausto, o corpo dele, mas sempre muito lúcido, consciente até o último momento. Estive lá, fui visitá-lo com meu irmão uma semana atrás, contei algumas piadas para tentar animá-lo, ele dava uma risadinha com canto de boca, mexia com a cabeça, sempre com aquele mesmo jeito dele, muita personalidade, muita opinião. Mas ele foi descansar, foi assim que Deus quis.

Quero aproveitar para agradecer toda a equipe médica que cuidou dele, a esposa dele que foi uma guerreira, esteve lá todos os dias do lado dele. Pedro, João, amo vocês muito, Marcelo, Carlos, meus irmãos. Foi assim que Deus quis e a gente tem que aceitar. Prometo que é a última vez que venho pedir essa corrente pra ele, mas é só para pedir que ele faça essa passagem com toda tranquilidade que ele merece.

E não deixem o medo dominar vocês, mas cuidem-se, usem máscara, evitem sair, evitem aglomeração e cuidem-se, protejam-se.”

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up