Rio Branco, Acre,


Bombeiro que teve casa invadida na Baixada e foi baleado na cabeça morre no PS

O objetivo dos criminosos era roubar uma arma, mas a vítima não tinha o objeto

O bombeiro civil Kemerson Ramon Oliveira Barroso, de 33 anos, que foi ferido com um tiro na cabeça na noite deste quinta-feira (14), na região da Baixada da Sobral morreu horas depois no Centro Cirúrgico do Pronto Socorro de Rio Branco.

Segundo informações da polícia, Kemerson estava indo para a própria residência após sair da casa da mãe, quando foi abordado por dois criminosos em via pública. Os bandidos foram com a vítima até a casa e revistaram o local.

Ainda segundo a polícia, o objetivo dos criminosos era roubar uma arma, mas a vítima não tinha o objeto. Os bandidos então atiraram contra a cabeça de Kemerson e depois fugiram do local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda chegou a ser acionado e encaminhou Kemerson ao Pronto Socorro de Rio Branco, em estado de saúde gravíssimo, o rapaz ainda chegou vivo ao hospital e foi levado para o Centro Cirúrgico onde não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

A Polícia Militar não encontrou os autores do crime até o momento. O caso continua sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up