Rio Branco, Acre,


Com fim do auxílio emergencial, Gladson diz que vai efetivar o “Bolsa enche o bucho”

As famílias serão beneficiadas com Cartão Solidário no valor de R$150,00 para compras de itens de primeira necessidade

Depois de nove meses e nove parcelas – cinco de R$ 600 e quatro de R$ 300 -, o auxílio emergencial, pago pelo governo federal, chegou ao fim em dezembro do ano passado. Segundo dados do IBGE, cerca de 500 mil acreanos receberam a ajuda. Isso significa que em 56,7% dos domicílios do Acre, ao menos um morador recebeu o benefício.

Preocupado com estes acreanos, o governador Gladson Cameli disse ao ContilNet, que deverá retomar a ideia do projeto ‘Enche o Bucho’, programa assistencial apresentado pelo governo em julho do ano passado que tem por objetivo atender às famílias em situação de fragilidade social decorrente da pandemia da Covid-19.

“Irei fazer o auxílio Enche o Bucho, mas não tem data definida ainda não”, disse Cameli.

As famílias serão beneficiadas com Cartão Solidário no valor de R$150,00 para compras de itens de primeira necessidade (gêneros alimentícios), em estabelecimentos comerciais credenciados.

Além do Cartão Solidário, o governo estadual também está disponibilizando o Cartão Acolhimento, que beneficiará as casas terapêuticas, a Fundação Betel e o Lar Vicentino, com R$ 115,00 por acolhido, para aquisição de gêneros alimentícios, material de limpeza e higienização.

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up