25 C
Rio Branco
17 abril, 2021 12:39 am

Concurso PF: diretora fala de edital, etapas e convocações; confira

POR FOLHA DIRIGIDA

O concurso PF 2021 já tem toda a sua estrutura confirmada, assim como as previsões de lançamento. Os detalhes do 2ª maior concurso da Polícia Federal foram revelados com exclusividade à Folha Dirigida pela diretora de Gestão de Pessoal da instituição, delegada Cecília Silva Franco.

Além de confirmar a previsão de publicação do edital na semana que vem , Cecília Franco falou sobre a programação para as provas .

Sem cravar uma data, a diretora deixou claro que março deve ser o mês das provas objetivas e discursivas.

“Se tudo correr como esperamos, está mais para março”, destacou Cecília Silva Franco, aumentando a expectativa para que 21 de março seja o dia oficial dos primeiros exames da PF, já que a data de 28 de março está descartada por já estar ocupada pelos exames do concurso PRF.

A entrevista com a diretora de Gestão de Pessoal da PF não traz, porém, apenas prazos. Cecília Silva Franco falou também sobre os excedentes .

De acordo com ela, de fato, os 500 aprovados além das 1.500 vagas imediatas deverão ser convocados, conforme promessa do presidente Jair Bolsonaro.

Já há, inclusive, a distribuição desses 500 excedentes pelos cargos, informação passada agora em primeira mão pela Folha Dirigida.

“Chegaríamos em números totais de 174 delegados, 533 escrivães, 1.191 agentes e 112 papiloscopistas. Mas a gente precisa realmente aguardar a relação de aprovados para saber em quais cargos teremos o quantitativo de aprovados ao final da primeira etapa do concurso”, revelou a diretora.

E as notícias para quem for aprovado como excedente no concurso não param por aí. A Polícia Federal pretende chamar, se possível, ainda mais aprovados , já que os 2 mil novos policiais não vão resolver, em sua totalidade, o problema do déficit de pessoal.

Reforça essa ideia o fato de mais de mil policiais estarem aptos a se aposentarem hoje dentro da corporação.

Aos aprovados nas vagas imediatas, não vai demorar muito tempo para ingressarem no Curso de Formação Profissional (CFP), que acontecerá na Academia Nacional de Polícia, em Brasília.

A previsão da PF é convocar a primeira turma já em julho , com início do CFP em agosto. Estão previstas duas turmas.

Lotação na Região Norte e nas fronteiras

Onde os aprovados no concurso PF 2021 serão lotados ? De acordo com a diretora de Gestão de Pessoal, a Região Norte terá vagas para todas as unidades. As fronteiras também serão destino dos novos policiais federais.

“Todas as unidades da Região Norte devem realmente ser contempladas com vagas. Fora essa região, há uma faixa de fronteira com grande necessidade no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Paraná, especialmente Foz do Iguaçu e Guaíra.”

Os melhores classificados no Curso de Formação Profissional poderão escolher a lotação.

“O somatório de notas dá uma média e ao final há uma classificação final do desempenho no curso de formação. E aí haverá uma lista de vagas e os candidatos escolhem seguindo a lista de classificação”, confirmou a diretora.

Resumo concurso PF

Órgão: Polícia Federal
Vagas: 1.500
Cargos: escrivão, papiloscopista, delegado, agente
Escolaridade: nível superior
Status: edital iminente
Banca : Cebraspe
Provas terão mesma estrutura de último concurso

Não bastasse a manutenção da banca do último concurso, o Cebraspe, a seleção deste ano da Polícia Federal terá também exatamente a mesma estrutura de 2018 .

De acordo com Cecília Silva Franco, “o que há hoje é considerado o ideal para a Polícia Federal”. Desta forma, os candidatos serão submetidos às tradicionais fases. Clique aqui e confira cada uma!

Na prova objetiva, a diretora enfatizou a cobrança por Informática e explicou sua importância. “É a Tecnologia que nos dá realmente as ferramentas necessárias para as investigações. Então hoje é muito difícil que alguma investigação da Polícia Federal não use a área da Tecnologia.”

Língua Estrangeira foi descartada e não será novidade no concurso de 2021. A PF optou por capacitar os servidores nesse quesito havendo necessidades específicas. “Às vezes temos necessidade de alguém que fale Árabe, Mandarim”, justificou.

Cecília Silva Franco também deu detalhes sobre o teste físico, as avaliações psicológica e de saúde, prova de digitação e investigação social, esclarecendo as principais dúvidas dos candidatos.

Temas como deficientes na Polícia Federal e o aguardado concurso para a área Administrativa também foram esclarecidos nesta entrevista, que você pode assistir e ler a seguir.