Rio Branco, Acre,


“Não dependo de cargo político para viver”, diz apoiador de Mazinho após saber de demissões

"Eu tenho lado, meu amigo, e o meu lado lado é junto com meu irmão Mazinho Serafim"

Tempo esquentou

A temperatura política neste fim de semana vem sendo bem alta. Ontem teve um arranca rabo entre o governador Gladson Cameli e o prefeito Mazinho Serafim, durante ato de posse da nova diretoria da Associação dos Municípios do Acre (Amac). Na manhã deste sábado (9), Gladson anunciou que vai demitir todas as pessoas ligadas a Mazinho que ocupam cargos de confiança no governo.

Apoio a Cameli

Em Sena Madureira grupos da ex-prefeita Toinha Vieira, do ex-vereador Josandro, da presidente do PTB, Charlene Lima e do deputado Ghelen Diniz foram solidários ao governador Gladson Cameli, após verem o vídeo onde ele é ‘cutucado’ pelo prefeito Mazinho Serafim. “Nunca entendemos o motivo do Gladson dar tanto privilégio a esse prefeito, que só fala mal dele”, disse um apioador do governador.

Apoio a Mazinho

O atual chefe do hospital de campanha de Sena Madureira, Daniel Herculano defendeu o prefeito Mazinho Serafim. “Se nosso governador quiser o cargo está à disposição dele, pois eu tenho lado, meu amigo, e o meu lado lado é junto com meu irmão Mazinho Serafim. Não sou macaco e nem traíra. Não dependo de cargo político para sobreviver”, disse Herculano.

Nas redes

Muitos apoiadores do governador e de Serafim se engalfinharam nas redes sociais. Muitos aliados de Cameli defedem que ele faça o ‘limpa’ em todos os cargos de políticos que fingem estar ao seu lado, mas por trás vivem lhe apunhalando. “Se o Gladson não reagir, não pegar as rédeas do seu governo, terá dificuldade em se reeleger”, disse um deles a coluna.

Senado

Apoiadores de Mazinho mais afoitos estão dando corda para que ele seja candidato ao senado, nas eleições de 2022. Resta saber se o PMDB compra a ideia. Mas que ele tem coragem, isso tem.

Cadê o dinheiro

Mazinho Serafim deveria mesmo era estar cuidando de se preparar para arrumar as ruas e os ramais de Sena Madureira. Até hoje não se sabe o que ele fez com tanto dinheiro liberado para beneficiar a população senamadureirense. Desde que ele assumiu a prefeitura que os agricultores reclamam a falta de apoio à zona rural. O governo estadual liberou muito combiustível, mas cometeu o erro de não fiscalizar como o produto foi gasto.

Casa Civil

O nome de Flávio Silva foi anunciado na imprensa como o novo chefe da Casa Civil. Flávio é amigo de Cameli desde a infância, e um de seus assessores ligados ao governador. Em termo de lealdade pode ser comparado a Ribamar Trindade, que deixou a pasta na última segunda.

Menos carnívoro

Dos 16 grupos de alimentos e bebidas pesquisados pelo IBGE, 13 deles apresentaram queda de consumo no Acre, um deles é de carnes, onde o consumo per capita da população com mais de 10 anos em 2008-2009 que era de 42,2 kg/ano, depois de 9 anos, caiu para 28,4 kg/ano na pesquisa de 2017-2018. É o que diz o resultado preliminar do estudo do Perfil de consumo alimentar pessoal elaborado pelo IBGE e divulgado no final de 2020.

Contradição

A pesquisa contradiz afirmações do próprio setor comercial de que o acreano passou a consumir mais carne após o pagamento do auxílio emergencial, esse é um argumento para o aumento do produto em todo o estado, a tal da lei da oferta e da demanda. E agora ACISA?

Dengue

Os casos de dengue se multiplicam em todo o estado. Em Tarauacá já são mais de cinco mil pessoas com suspeitas de estarem infectadas pelo aedes aegipty, o charmoso mosquito que adora água limpa.

Sem cor partidária

O governador Gladson Cameli atendeu ao pedido da deputada federal Vanda Milani e despachou com o prefeito de Plácido de Castro, Camilo Silva. Ambos saíram com um sorriso largo no rosto. Vanda apenas intermediou o diálogo republicano.

CIGMA

O secretário Israel Milani está chamando os prefeitos municipais para apresentar a estrutura do Centro Integrado de Georeferenciamento e Monitoramento Ambiental. A estrutura é um marco para o desenvolvimento dos municípios. O prefeito Camilo Silva, de Plácido de Castro, ficou impressionado com o que viu.

Arthur Lira

A visita do deputado federal Arthur Lira, com um almoço de comida regional no restaurante Mata Nativa foi um daqueles compromissos de mero protocolo. Não se viu muita empolgação no apoio de alguns deputados à sua candidatura à mesa diretora da Câmara dos Deputados.

Táticas diferentes

Aconselhadas por estrategistas, as campanhas de Baleia Rossi (MDB-SP) e Arthur Lira (PP-AL) à presidência da Câmara dos Deputados adotam táticas diferentes de comunicação para conseguir o voto dos parlamentares. Baleia aposta em campanha digital, fazendo críticas ao governo Jair Bolsonaro, enquanto Lira investe em estratégia mais “analógica” como a visita feita a parte da bancada do Acre nessa quinta-feira.

Baleia

Em evento, Baleia lançou a candidatura ao lado de onze partidos de centro-direita e esquerda. Defendeu a “vacina para todos gratuita”, dizendo que o Congresso deve agir para garanti-la. A ideia é se contrapor à política de Bolsonaro, com bandeiras como a defesa da democracia e dos direitos das minorias.

Compra da vacina

O governo do Acre aprovou a Lei 3.683, que altera as diretrizes orçamentárias para o exercício financeiro de 2021 a fim de poder garantir que a compra de vacinas contra a Covid-19 esteja dentro do orçamento do Estado para este ano.

Aprovação

A aprovação da lei foi necessária para deixar a opção de compra pelo próprio Estado viável, caso o governo federal não forneça as vacinas ou o recurso para a aquisição da substância. Assim, a Meta de Resultado Primário do orçamento do Estado fica ajustada para o valor deficitário de R$ 254 milhões.

Doses federais

Em pronunciamento na noite desta quarta-feira (6), o ministro da Saúde, Eduardo Pazzuello, disse já definiu como será feita a compra de insumos e a logística para o início da vacinação contra o novo coronavírus. As regras estão na Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e publicada no Diário Oficial da União de hoje.

Nova fórmula

O prefeito Tião Bocalom defende uma nova fórmula de asfalto em Rio Branco para evitar operações sucessivas de tapa-buraco. Ele visitou a sede da Emurb e a Usina de Asfalto. A vontade do Boca é tão grande que ele foi debaixo de chuva conhecer toda a estrutura.

Em boas mãos

O empresário Marcello Moura assumiu a presidência da Associação Comercial (Acisa) e já planeja as ações que serão executadas ao longo de 2021. Devida a pandemia do novo Coronavírus, não foi realizada solenidade de posse. Moura goza do prestígio de toda a categoria.

Volta ao PP

Cameli deve voltar ao partido Progressistas nos próximos dias. Nas últimas decisões tomadas, demonstra muita maturidade e o fim de quaisquer tipo de brincadeira com relação à sua reeleição. O discurso é o mesmo, quero time e não grupos.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up