Rio Branco, Acre,


Sindicato planeja comprar 1.500 doses de Sputinik para imunizar servidores do TJAC

Assim que os protocolos da vacina forem autorizados os servidores poderão manifestar interesse

Beirando o caos
Beira o caos a situação vivida nos vizinhos estados do Amazonas e Rondônia com relação à covid-19. Pacientes estão sendo enviados ao Acre sem a devida comunicação aos órgãos de saúde pública, isso pode complicar as medidas sanitárias adotadas pelo governo.

Sputinik
Em comunicação hoje com a Embaixada da Rússia, o Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário obteve a informação que existe um protocolo para a aceleração da vacina Sputinik V contra o COVID 19, com previsão de venda para entidades privadas de 8 milhões de doses entre março e abril.

Servidores do TJAC
O Sindicato verifica a possibilidade da aquisição privada algo entre 1000 e 1500 doses dependendo de cadastro de interesse na vacina. Através do site, os servidores manifestarão interesse em se imunizar. Segundo o sindicato, assim que os protocolos da vacina forem autorizados o link estará disponível para acesso.

Em São Paulo
O governador Gladson Cameli encontra-se em São Paulo em mais uma investida, desta vez, para adquirir pelo menos 1 milhão de doses da coronaVac. A China deu sinal verde para a disponibilização dos insumos para fabricação no Brasil de mais doses da vacina. Cameli, como sempre, se antecipando aos fatos.

Habilidoso
O deputado Nicolau Junior já demonstrou muita habilidade política na condução dos trabalhos da Assembleia Legislativa. Não duvido de sua competência frente a articulação política do Palácio Rio Branco. Ele tem muita afinidade com o novo Chefe da Casa Civil, Flavio Silva.

100 dias
Não dá para fazer nenhuma critica à gestão do prefeito Tião Bocalom, afinal, ele ainda está no período dos 100 dias de gestão. Não há, porém, nada de impactante até aqui que possa demonstrar sua administração como nova.

Fronteira
A coluna chamou atenção para a situação enfrentada em Assis Brasil, onde, embora a fronteira esteja fechada, o fluxo de bolivianos e peruanos pelo rio Acre nunca diminuiu, ou seja, é coisa para inglês ver. A Polícia Federal sabe do assunto.

Em Brasileia
O mesmo ocorre com o fechamento da fronteira em Brasileia. O rio Acre é a rota preferida para manutenção do comercio entre as cidades, detalhe, comércio legal e ilegal como o tráfico de drotas.

Droga no balde
A rota por Marechal Thaumaturgo continua sendo a menina dos olhos de ouro do narcotráfico internacional. Sem nenhuma vigilância, o corredor é disputado a palmo pelos grupos organizados. Ninguém sabe, ninguém viu, essa é a lei.

Diabetes
Uma das missões que o secretário Frank Lima tem pela frente é a de organizar o atendimento para portadores de diabetes. É uma troca, troca de aparelhos inexplicável que exige um vai e vem durante todo o ano de quem precisa de atendimento.

Receita
Segundo Orlando Sabino, na comparação com 2019, o Fundo de Participação dos Estados – FPE caiu (-5,5%), correspondendo a mais de R$187 milhões de reais. A queda do FPE foi compensada pelo estabelecimento do Apoio Financeiro aos Estados – AFE, um crédito extraordinário que a união destinou aos estados, dentro do Programa Federativo de Enfrentamento ao coronavírus. Ao governo do Acre, coube um valor de mais de R$ 651 milhões.

Dinheiro na praça
O governo do Acre irá realizar o primeiro pagamento dos servidores ativos e inativos da administração pública estadual na próxima sexta-feira, dia 29 de janeiro. No total, entrará em circulação no estado um montante de mais de R$ 267 milhões. O pagamento segue o calendário anual de pagamento divulgado no dia 15 de janeiro pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag).

Adiantamos
Como adiantamos ontem, começam as retaliações no governo federal de quem não votar no indicado pelo presidente Jair Bolsonaro. O deputado federal Flaviano Melo (MDB) perdeu dois cargos, um deles, da esposa, depois que manifestou voto a Baleia.

Pressão
A ideia é pressionar para que parlamentares votem em Arthur Lira (PP-AL), aliado do presidente Jair Bolsonaro. Para quem assistiu o discurso de Bolsonaro de total independência, deu com os burros n´água.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up