Rio Branco, Acre,


Após dois dias de conflitos, imigrantes furam barreira e invadem lado peruano

Mais de 400 de imigrantes, na maioria haitianos estavam desde domingo tentando atravessar para o país

Após dois dias de intensos conflitos na Ponte da Integração, entre o Brasil e o Peru, nas cidades de Assis Brasil e Iñapari, os mais de 400 de imigrantes, na maioria haitianos, que desde o último domingo (14) tentavam entrar no país conseguiram ultrapassar a barreira policial. O país está com as fronteiras fechadas por conta da pandemia de coronavírus.

A informação foi confirmada pela Polícia Rodoviária Federal do Acre.

Muitos desses imigrantes moravam no Brasil desde 2010. Com a falta de trabalho causada pela pandemia, muitos optaram por retornar para sua terra natal, fazendo o mesmo trajeto feito nos anos de 2010 e 2011, após o terremoto que praticamente devastou o Haiti, que deixou mais 1,5 milhões de desempregados e 200 mil mortos.

A tensão entre o grupo e os militares do Peru foi grande ao longo destes dias. A ponte que liga os dois países foi tomada pelos imigrantes que estariam dispostos a passar mesmo sem autorização. A Segurança Pública do Acre (Sejusp) enviou quatro viaturas estão à disposição para garantir o policiamento da fronteira com 16 operadores da segurança para garantir a ordem.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up