Rio Branco, Acre,


Frio extremo e falta de energia afetam dez estados e deixam 38 mortos nos EUA

Pelo menos 38 pessoas morreram em todo o país por causa de tempestades de inverno ou de efeitos do frio desde a semana passada

Enquanto os moradores do Texas continuam a lidar com os efeitos do frio mortal, vários outros países da metade oriental dos Estados Unidos também já enfrentam neve, gelo ou chuva.

Cerca de 78 milhões de americanos estão sob alerta climático de inverno e mais de 27 milhões estão em áreas com alerta para risco severo de congelamento.

Pelo menos 38 pessoas morreram em todo o país por causa de tempestades de inverno ou de efeitos do frio desde a semana passada, período em que mais de 2.500 recordes de temperatura baixa foram registrados.

Outras 8 mortes são suspeitas de serem relacionadas ao clima, mas as autoridades ainda aguardam os resultados das autópsias.

Segundo o Serviço Nacional de Meteorologia dos EUA, “o sistema de tempestades que se formou esta semana no Sul do país vai continuar a trazer impactos significativos do meio ao Nordeste do país. São esperados acúmulos significativos de gelo e fortes nevascas.”

No Texas, muitas comunidades procuram formas de se aquecer enquanto ainda enfrentam problemas no fornecimento de eletricidade.

O governador Greg Abbott determinou a abertura de uma investigação para descobrir por que tantas pessoas ficaram sem energia esta semana.

“Os texanos merecem respostas sobre as deficiências que ocorreram e como elas serão corrigidas. E os texanos receberão essas respostas”, disse Abbott.

Em San Antonio, Claudia Lemus disse que a energia voltou para sua casa na quarta-feira (18), mas que as prateleiras de muitas lojas estavam vazias.

“Conseguimos comprar o suficiente para sobreviver, mas os supermercados, a maioria deles, fecharam”, disse ela. “E quando vamos aos poucos que estão abertos, temos que ficar na fila por 20-30 minutos e, então, você entra e pega o que estiver disponível, porque as lojas estão (em grande parte) vazias.”

Ela disse que durante o período em que ficou sem energia, ela e o marido tentaram distrair os filhos, mantendo-os ocupados e agasalhados. Para aquecer um pouco, a família ligava os bicos do fogão.

“Já moramos em todos os Estados Unidos, sendo uma família de militares. Ouvimos falar da chegada da neve. Nunca pensamos que seria assim”, disse ela. “Nunca previmos ter esses desafios.”

Quase 300.000 residências e empresas no Texas ainda estavam sem energia na noite de quinta-feira (18), ante cerca de 4,5 milhões no início da semana, de acordo com o rastreador PowerOutage.us.

O mau tempo foi um dos fatores na falta de energia de mais 480.000 clientes em muitos outros estados, incluindo Oregon, Louisiana, Mississippi, Illinois, Kentucky, Ohio, Virgínia Ocidental, Virgínia e Carolina do Norte, de acordo com PowerOutage.us.

Autoridades do Texas dizem que um amplo congelamento a partir de domingo (14) prejudicou a geração de energia das concessionárias, causando apagões ou interrupções contínuas.

Os problemas afetam uma rede exclusiva do Texas que cobre 90% do estado, está isolada do resto do país e, portanto, não pode importar energia de outro lugar para compensar a escassez.

Os dias sem energia em condições de congelamento fizeram os texanos lutarem por aquecimento alternativo, por meio de geradores, lareiras ou abrigando-se em centros de aquecimento elétricos ou empresas.

Cerca de 13 milhões de pessoas estão enfrentando problemas de abastecimento de água, com canos quebrados e sistemas falhando, disseram autoridades estaduais. Austin e San Antonio emitiram avisos de água fervente para seus residentes na noite de quarta-feira.

Bombeiros que combatiam um grande incêndio em apartamentos de San Antonio tiveram problemas de abastecimento na noite de quinta-feira. Hidrantes congelaram e as equipes tiveram que buscar formas alternativas de combater as chamas.

“Assim que avançamos um pouco sobre o fogo, ficamos sem água”, disse Jerry Bialick, chefe do Departamento de Bombeiros Voluntário de Bexar-Bulverde.

Enquanto isso, as difíceis condições climáticas em todo o país tiveram sérias implicações para a pandemia do coronavírus: alguns embarques de vacinas contra Covid-19 foram adiados e algumas clínicas tiveram que cancelar as aplicações do imunizante.

O Departamento de Saúde de Houston disse que retomará a vacinação neste fim de semana com cerca de 4.800 aplicações.

Texanos lutam para encontrar suprimentos
Mesmo quando os texanos conseguiram recorrer a alternativas de aquecimento, alguns têm lutado para encontrar lenha, comida, água e outros suprimentos necessários.

Ehren Williamson, de Pflugerville, passou de seis a oito horas procurando comida em vários supermercados na terça-feira (16). Na quinta-feira (18), ele foi a uma loja e demorou uma hora para entrar. Toda a água engarrafada tinha acabado.

Sylvia Cerda Salinas, uma mãe do Texas, disse que estava pensando em dirigir até o México para manter sua família segura em um hotel. Com a previsão de mais dias de temperaturas congelantes, ela disse que estava ficando sem opções para três de seus filhos, cujos suprimentos de insulina estavam acabando.

“Ou você vai para o abrigo para se aquecer ou fica em casa, resfriado e longe da pandemia”, disse Salinas.

O principal operador da rede elétrica do Texas, o Conselho de Confiabilidade Elétrica do Texas, disse na quinta-feira (18) que, embora as concessionárias tenham feito progresso na restauração da energia, mais interrupções podem ser necessárias nos próximos dias para manter a rede estável.

Estragos em estradas
Na cidade de Shreveport, na Louisiana, alguns encanamentos de água estouraram esta semana – forçando a emissão de alertas de água fervente e deixando alguns hospitais sem entregas especiais de água para manter seus sistemas de aquecimento funcionando.

Um provedor local de serviços de campo petrolífero, CNC Oilfield Services, distribuiu água para cinco hospitais e casas de repouso, disse o representante da empresa Colton Sanders.

Em Kentucky, as tempestades de inverno desta semana danificaram a infraestrutura de serviços públicos a ponto de algumas residências continuarem sem energia até esta sexta-feira (19), disseram autoridades estaduais.

Algumas estradas terão que ser reformadas ou limpas em razão da queda de linhas de energia ou árvores.

“As equipes de rodovias estaduais e empreiteiras têm se concentrado nas rotas de alta prioridade e, em algumas áreas, também estão lidando com rotas secundárias”, disse o governador Andy Beshear.

O governador da Virgínia, Ralph Northam, usou o Twitter para pedir aos moradores do estado que não dirigissem. “As condições de viagem são muito perigosas – por favor, fique fora das estradas “, escreveu ele.

Dezenas de mortes relacionadas ao clima
Dezenas de mortes foram relatadas em todoos EUA na semana passada, ligadas ao frio ou a acidentes relacionados ao clima.

No Texas foram 15 mortes em incidentes relacionados ao clima, com causas que incluem exposição ao frio, envenenamento por monóxido de carbono e acidentes com veículos. O restante das vítimas era de estados como Tennessee, Oregon, Kentucky, Carolina do Norte, Louisiana, Ohio, Oklahoma e Arkansas.

O risco de envenenamento por monóxido de carbono aumenta quando as pessoas recorrem a fontes incomuns de calor ou energia durante quedas de eletricidade, como geradores ou veículos em funcionamento em espaços fechados.

O monóxido de carbono é um gás insípido e inodoro que pode se acumular quando qualquer tipo de combustível fóssil é queimado, como gasolina, carvão ou gás natural.

Em Houston, o Memorial Hermann Health System registrou mais de 100 casos de envenenamento por monóxido de carbono entre a tarde de segunda-feira (15), disse a representante do sistema Jade Waddy na quinta-feira (18).

No Oregon – onde algumas áreas podem receber vários centímetros a mais de neve – quatro adultos morreram envenenados por monóxido de carbono enquanto tentavam se manter aquecidos, disse o gabinete do xerife do condado de Clackamas.

Uma pessoa parece ter acendido briquetes de carvão dentro de casa, enquanto outras três estavam abrigadas em veículos.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up