18 C
Rio Branco
8 maio, 2021 5:02 am

Com direito a encontro na fazenda, PT e Petecão podem reviver romance antigo

POR RORAIMA ROCHA, DO CONTILNET

NERI NA EDUCAÇÃO

Apesar de não ter nada oficial, a possibilidade da ida da ex-prefeita Socorro Neri (PSB) para o comando da Secreta Estadual de Educação (SEE), sacudiu os bastidores da política.

BOA GESTORA

Uma coisa é fato, se a ex-prefeita fosse para o governo seria uma grande aquisição do time de Gladson. Neri saiu da Prefeitura reconhecida como uma gestora trabalhadora, íntegra e zelosa com a coisa pública.

OLHA A SELFIE

Nem no Dia Internacional das Mulheres alguns homens deixam o narcisismo descansar um pouco, precisam tirar pelo menos uma pontinha. Em um dos milhares de cards que inundaram as redes sociais na manhã desta segunda, 8, destaque para um onde um pretenso candidato aparecia em primeiro plano, em destaque, com várias mulheres ao fundo, ofuscadas pelo sorriso largo do sem noção.

COMEÇOU A SE MOVIMENTAR

O senador Sérgio Petecão (PSD) pelo visto deu mesmo início a sua pré-campanha. O almoço oferecido no sábado, 6, para dirigentes petistas e comunistas na Fazenda Boi Cagão, certamente não foi para falarem de futebol ou de decoração.

PEGOU MAL

A festa realizada pelo senador chama atenção por dois motivos, o primeiro é o fato dele estar dando um mau exemplo ao desrespeitar as orientações sanitárias. O segundo é que supostamente Petecão estava de luto pelo falecimento de dois assessores na semana passada, por Covid-19.

REATANDO

Se a aliança entre PSD e o PT vier mesmo a acontecer, não seria a primeira vez do romance. Petecão foi presidente da Assembleia Legislativa graças ao apoio do partido esquerdista. Esse tango já foi dançado há anos, os parceiros se entendem, só que agora o jogo virou, quem vai conduzir no salão é o senador, que de besta não tem nada.

SEM MÁGOAS

Outra curiosidade nisso tudo, é que Petecão vociferava contra petistas, comunistas e esquerdistas em geral durante as campanhas recentes, sobretudo na de Bocalom para a prefeitura. O apoio público recebido no segundo turno em Rio Branco de gabaritados dirigentes do PT pelo visto acalmou o coração do senador, e reacendeu a chama da paixão.

SEM COMENTÁRIOS

O governador Gladson Cameli não fala sobre o assunto, tem se dedicado ao trabalho e, aparentemente, só tem cabeça para pensar em vacina e no fim da pandemia.

O ARTICULADOR DE BOLSONARO

Quem deve estar feliz com isso é o senador Márcio Bittar (MDB), que está cada vez mais próximo de Gladson, e deve coordenar a campanha do presidente Jair Bolsonaro no Acre. Gladson e Bolsonaro devem ter no Acre o maior arco entre as alianças partidárias em 2022.

EU MESMO NÃO

Falando em coordenação de campanha, ontem circulou o boato de que eu estaria na campanha do Petecão ao governo. Recebi umas 20 mensagens de amigos me perguntando se a informação era verdade. Escrevo aqui o mesmo que disse a cada um deles: não procede. Registre-se. Publique-se.

NOVO PARTIDO

O Portal R7 noticiou nesta segunda, 8, que o presidente Bolsonaro deve se filiar ao Partido da Mulher Brasileira (PMB) para disputar a reeleição. Sem representação no Congresso, Bolsonaro dará uma repaginada na sigla, inclusive mudando seu nome. A tendência é que com a ida do presidente dezenas de parlamentares pulem junto com ele no barco. Este será seu nono partido na longa carreira política.

FOGO NO PARQUINHO

O jogo político agora vai pegar fogo. O maior adversário de Bolsonaro nas urnas, Lula (PT), teve suas condenações anuladas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, o que devolve os direitos políticos e põe fim à inelegibilidade do ex-presidente.

FESTA VERMELHA

A tendência é que Lula seja candidato à presidência do Brasil com o apoio de todos os partidos da esquerda e mais alguns de centro-esquerda. Hoje, Sibá, Leo, Cesário e o alto clero do PT não dormem de tanta felicidade.