31.3 C
Rio Branco
18 maio, 2021 1:08 pm

Coveiro é esfaqueado ao tentar separar briga de família em enterro

Segundo trabalhador de 46 anos, o suspeito foi até o enterro de uma tia para falar sobre a herança, o que gerou uma confusão entre parentes

POR METRÓPOLES

Um enterro terminou com um coveiro de 46 anos ferido após tentar impedir que um homem atacasse os parentes com uma faca. O caso aconteceu nessa quarta-feira (28/4), em Araçatuba, interior de São Paulo.

Segundo a Polícia Civil do estado, um comerciante, também de 46 anos, foi ao enterro da tia para conversar com os irmãos e outros familiares sobre a herança – R$ 200 mil em dinheiro e um automóvel. A conversa, no entanto, se transformou em briga e ameaça, segundo depoimento do coveiro.

O funcionário disse à polícia que se iniciou uma briga entre os parentes e o suspeito ameaçou os familiares com uma faca. O coveiro afirmou que foi neste momento que tentou apaziguar o clima, mas acabou sendo ferido pelo suspeito.

A Guarda Municipal de Araçatuba foi acionado e o coveiro foi encaminhado ao Pronto Socorro para atendimento. Em seguida, o funcionário do Cemitério Recanto da Paz passou por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML).

A faca usada no episódio foi apreendida pelos policiais e levada para a delegacia, para que seja feita perícia. O comerciante acusado de ter cometido o crime se apresentou à polícia e prestou esclarecimentos sobre o caso.

Após dar o seu depoimento, o rapaz foi liberado e responderá em liberdade. Um inquérito foi aberto e, o suspeito poderá ser indiciado por lesão corporal. Já o coveiro não corre risco de morte.

Márcio de Oliveira, investigador responsável pelo caso, afirmou ao portal Uol que não será avaliada a questão da herança no inquérito: “Na parte penal não vamos entrar no mérito da herança, mas vamos investigar se essa foi a causa do entrevero, de fato”.