17 C
Rio Branco
7 maio, 2021 10:20 am

Quem é o neto plebeu da rainha com fama de aproveitador

Peter Phillips não perde nenhuma oportunidade de compensar a falta dos privilégios usufruídos pelos primos William e Harry

POR TERRA

O cortejo fúnebre do príncipe Philip deixou em evidência um personagem pouco conhecido da monarquia britânica fora do Reino Unido. Colocado estrategicamente entre William e Harry, Peter Phillips apareceu bastante na transmissão televisiva.

Nascido em novembro de 1977, ele é o neto mais velho da rainha Elizabeth, primogênito da princesa Anne com o primeiro marido dela, Mark Phillips. Peter não é príncipe porque na tradição monárquica britânica somente filhos homens do monarca podem transmitir posição real aos descendentes.

Elizabeth quis conceder ao neto um título de conde, mas Anne e Mark pediram à soberana que não fizesse tal honraria. Desejavam criar os herdeiros — o casal teve depois Zara — como “pessoas normais”. Apesar de ser considerado plebeu, Peter ocupa posição na linha sucessória: 16º lugar na fila para o trono.

Peter Phillips entre William e Harry no cortejo fúnebre televisionado para todo o planeta/Foto: Reprodução / BBC News

Por não ter nenhum status especial, Peter jamais recebeu os privilégios dos primos que são altezas reais, como William e Harry. Mas ele sempre deu um jeitinho de ganhar vantagem por ser neto da rainha mais famosa do planeta. Algumas de suas atitudes geraram polêmica no clã Windsor.

Em 2008, ao se casar com a canadense Autumn Kelly na mesma Capela de São Jorge onde aconteceu o velório do príncipe Philip, Peter vendeu as fotos da cerimônia para a revista popular ‘Hello’ pelo equivalente, hoje, a R$ 3,9 milhões. A negociação gerou constrangimento para Elizabeth II, que não foi consultada a respeito.

No início do ano passado, outra controvérsia. O neto exibicionista da monarca estrelou uma campanha publicitária de leite na China. No material, ele aparece à frente de uma foto do Palácio de Buckingham, a residência oficial de sua avó. A montagem foi considerada um insulto à soberana.

Nova onda de críticas ocorreu em março. Divorciado, Peter saiu de Londres e foi dirigindo até a Escócia para encontrar a namorada. Infringiu a proibição de deslocamentos desnecessários durante o rígido lockdown no Reino Unido. Por sorte, recebeu apenas uma advertência dos policiais, ao invés da pesada multa prevista.

Agora que Peter Phillips se tornou mais famoso ao aparecer nas TVs de todo o planeta entre William e Harry no cortejo fúnebre, a expectativa na imprensa britânica é de que ele volte a tentar faturar algum dinheiro usando o prestígio de sua família de sangue azul.