25 C
Rio Branco
8 maio, 2021 12:50 pm

Acre pode arrecadar R$ 5,5 bi se aderir universalização do saneamento

Os avanços em saneamento básico no Acre, período de 2005 a 2019, foram pequenos, mesmo assim trouxeram benefícios econômicos que alcançaram R$ 1,2 bilhão

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

O Instituto Trata Brasil, que há 11 anos avalia os Estados brasileiros no quesito saúde, apontou que o Acre deve arrecadar até 2055, se aderir à universalização do saneamento, R$ 5,5 bilhões.

Os ganhos com a universalização dos serviços de água e esgotos alçariam a geração de empregos, devido aos investimentos e na operação dos serviços, a redução de doenças, melhoria na educação, valorização imobiliária e ganhos ambientais.

O estudo indica que, se o estado do Acre cumprir as metas do novo marco no prazo estabelecido, uma parte expressiva dos frutos da universalização (63%) já seria colhida nas próximas duas décadas.

Os avanços em saneamento básico no Acre, período de 2005 a 2019, foram pequenos, mesmo assim trouxeram benefícios econômicos que alcançaram R$ 1,2 bilhão, sendo R$ 636 milhões de benefícios diretos (renda gerada pelo investimento e pelas atividades de saneamento e impostos sobre consumo e produção recolhidos) e R$ 655 milhões devido à redução de perdas associadas às externalidades.

REDUÇÃO FUTURA NOS CUSTOS PELA MELHORIA DA SAÚDE

Entre 2021 e 2055 estima-se que os ganhos com a redução de problemas de saúde e custo com horas pagas e não trabalhadas em razão do afastamento por diarreia ou vômito e doenças respiratórias deve chegar a R$ 156 milhões graças ao avanço do saneamento. Haverá redução das despesas com internações por infecções gastrointestinais e respiratórias na rede hospitalar do SUS.

GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA COM OS INVESTIMENTOS FUTUROS

Ainda no universo de tempo até 2055 se espera um crescimento na geração de empregos e renda pelos investimentos na expansão das redes num patamar de 9 mil postos de trabalho na região. A renda gerada pelos investimentos e atividades deve alcançar R$ 1,7 bilhão até o final do período.

AUMENTO DA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO EM FUNÇÃO DA MELHORIA DA SAÚDE

Com base nos modelos de produtividade e remuneração do trabalho, estima-se que haverá um forte aumento na produtividade devido à dinâmica futura do saneamento do Acre. O valor presente, o aumento de renda do trabalho com a expansão do saneamento entre 2021 e 2055 será de R$ 111 milhões ao ano, ou seja, um ganho no período de R$ 3,9 bilhões.

VALORIZAÇÃO DAS MORADIAS COM A EXPANSÃO DO SANEAMENTO

Saneamento básico traz melhorias aos bairros e, com isso, valorização das moradias. Estima-se que o ganho para os proprietários de imóveis que alugam ou que vivem em moradia própria será de R$ 13,5 milhões por ano no conjunto do estado do Acre, o que totalizará um ganho a valor presente de R$ 473 milhões entre 2021 e 2055. O valor é calculado tomando por referência o estoque de moradias do ano de 2020 e os valores de aluguel – pagos ou implícitos, ou seja, o custo de oportunidade dos proprietários de imóveis próprios – médios de 2020 e o que prevalecerão com a universalização do saneamento.

RENDA OBTIDA COM A MELHORIA DO TURISMO NO FUTURO

Entre 2021 e 2055, os ganhos com o turismo devem alcançar R$ 550 milhões, indicando um fluxo médio anual de R$ 15,7 milhões. É fruto da valorização ambiental obtida com a despoluição dos rios e córregos e a oferta universal de água tratada, pré-condições para o pleno exercício das atividades de turismo.

Com informações do Instituto Trata Brasil.