21.3 C
Rio Branco
23 junho, 2021 11:55 am

Greve: servidores da Educação fazem panelaço por liberação de proposta do governo

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Os trabalhadores em Educação do Acre, que estão em greve desde o dia 10 de maio, realizaram um panelaço em frente à Procuradoria Geral do Estado (PGE), nesta sexta-feira (21).

Com o apoio e coordenação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sintesac), eles pedem que a PGE aprove o parecer com a proposta do governo à categoria, que está no órgão há pelo menos 4 dias. Após a aprovação, o documento deve ser encaminhado à Assembleia Legislativa do Acre (Aleac).

Protesto em frente à PGE/Foto: Everton Damasceno/ContilNet

A pauta tem a ver com correção das perdas inflacionárias que afetam os trabalhadores desde 2018, além da correção das tabelas.

O retorno das aulas, que estava previsto para o dia 10 de maio, foi suspenso pela classe, que ainda não tem previsão para o fim da greve.

“São 3 anos de atraso. Essa PGE já está com a proposta do governador e não libera o parecer para que ele vá para a Aleac. Inadmissível. Só vamos sair daqui com o que nos foi proposto. Com mais de 20 procuradores aí, é impossível que esse documento fique emperrado por falta de tempo”, disse a presidente do Sintesac, Rosana Nascimento.

Panelaço em frente à PGE/Foto: Everton Damasceno/ContilNet

Os trabalhadores ainda não sabem o que consta na proposta enviada pelo governador Gladson Cameli ao órgão controlador das contas do Executivo.

“Não temos previsão para acabar a greve. Quem deve dizer quando a greve vai acabar é a PGE e o governador, que estão com nosso proposta travada aqui”, continuou Rosana.

Membros do cadastro de reserva do concurso de 2018, da Educação, também participaram do panelaço pedindo a convocação dos mais de 400 classificados.

“O governo prefere contratar provisórios do que chamar quem está aguardando a convocação de um concurso de 2018. Tem vaga, tem dinheiro, só não tem boa vontade”, disse Izael Lima de Souza, de 39 anos.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.