21 C
Rio Branco
7 maio, 2021 12:20 am

Governo diz que Acre perdeu mais de R$ 500 milhões com saída ilegal de gados

O governo destacou que "não há indícios da conivência de fiscais da Receita com possíveis esquemas"

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

A Secretaria de Estado da Fazenda publicou uma nota nesta segunda-feira (3) sobre a saída ilegal de gados do Acre e suas perdas em impostos.

A notícia foi divulgada pela imprensa acreana. Em nota, o governo destacou que “não há indícios da conivência de fiscais da Receita com possíveis esquemas”.

“Estima-se que nos últimos cinco anos, as saídas ilegais de gado totalizem valores estimados de R$ 500 milhões, resultando em uma perda aproximada de R$ 60 milhões em ICMS.”, destacou o órgão.

Confira a nota na íntegra:

Sobre as notícias acerca da saída ilegal de gado do estado do Acre e suas perdas em impostos, a Secretaria de Estado da Fazenda ressalta que não há indícios da conivência de fiscais da Receita com possíveis esquemas. A Sefaz tem seus auditores e toda equipe técnica baseada na ética profissional e empenhada em combater a sonegação de impostos, tornando o estado justo e íntegro, de forma leal para a área econômica.

Não é possível dimensionar com exatidão o tamanho do prejuízo total ao Estado. Estima-se que nos últimos cinco anos, as saídas ilegais de gado totalizem valores estimados de R$ 500 milhões, resultando em uma perda aproximada de R$ 60 milhões em ICMS.

A  Sefaz realiza operações de fiscalização constantes no sentido de combater esses tipos de ilícitos e reafirma que não há indícios de envolvimento de auditores fiscais na facilitação dessas irregularidades. As medidas para combater a saída ilegal de gado bovino para outros estados fazem parte de uma ação integrada entre Sefaz, Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal, Polícia Civil, Ministério Público do Acre e Procuradoria Geral do Estado.

Ademais, o objetivo da Secretaria da Fazenda tem se concentrado em esforços para combater a sonegação de impostos no Estado.