22.3 C
Rio Branco
18 junho, 2021 6:11 am

Mãe acorrenta filho com transtornos mentais no interior do AC para ele não fugir durante crises

A genitora frisou ainda que durante as crises seu filho também fica agressivo.

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Uma situação chocou a equipe do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Brasileia, que precisou percorrer mais de 30 km de ramal, na BR-317, para atender um caso de uma mãe que acorrentou o próprio filho.

Foto: Arquivo CAPS

No local, um rapaz de 26 anos com transtornos mentais foi encontrado acorrentado, sem sinal de maus-tratos. O fato só chegou ao conhecimento do CAPS a partir de uma denúncia.

A mãe contou à equipe – formada por uma psicóloga, um assistente social e um psiquiatra, além de policiais militares – que desde adolescente ele manifesta impulsos incontroláveis. O rapaz já chegou a fugir várias vezes de casa e até já desapareceu.

A contenção com correntes foi a única forma que a genitora encontrou de manter o filho por perto, recebendo seus cuidados. Ao lado do rapaz estava uma caixa de chocolates dada pela mãe.

A equipe de profissionais teve dificuldades para chegar até o local/Foto: Arquivo Caps

A psiquiatra que fez o atendimento médico e receitou a medicação destacou que não havia sinais de violência no corpo do paciente, que ele estava higienizado e recebendo alimentação no horário correto.

A genitora frisou ainda que durante as crises seu filho também fica agressivo.

A família será acompanhada a cada 15 dias.

Com informações do G1 Acre.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.