30.3 C
Rio Branco
14 junho, 2021 4:25 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

MS bate recorde com quase 3 mil novos casos e 58 mortos pela Covid neste sábado

Estado bate recorde de infecções com quase 3 mil novos casos

POR LÚCIO BORGES - CORRESPONDENTE MS

CAMPO GRANDE (MS) – A SES (Secretaria de Estado de Saúde), liberou no fim da manhã deste sábado (29), o boletim epidemiológico de hoje, informando os dados da evolução da pandemia de Covid-19 em Mato Grosso do Sul. MS bate, ou segue a cada dia, em novo recorde, com quase 3 mil novos casos e 58 mortos pela Coronavírus.

As informações de hoje trazem um dado alarmante em relação a proliferação do vírus em terras pantaneiras. O sobrecarga no sistema público e privado de saúde é outra fato muito preocupante destacado na atualização de ontem e de hoje, conforme o ContilNet noticiou ontem a ocupação de 100% da UTIs no Estado.

Segundo atualização do último dia, o total de 58 pessoas, que perderam a vida para o vírus letal, se soma até o momento as 6.741 mortes em Mato Grosso do Sul, desde março de 2020.

O número de infectados nas últimas 24 horas é de 2.998 novos casos, dado recorde desde o início da pandemia no Estado. Até o momento são 2847.157 casos confirmados em MS.
Muitos quadros seguem realizando isolamento em casa, que segundo o boletim de hoje somam 19.355.

UTIs

A lista de espera ainda é existente para pessoas que aguardam por um leito de tratamento de covid no Estado, ganhando força nesta semana que se encerra. De acordo com a SES, os pacientes que seguem em tratamento nas unidades hospitalares públicas são 560 em leitos clínicos, onde são tratados casos de menor gravidade e 359 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), local em que estão os mais graves.

O total de internados é de 1.234, entre as redes públicas e privadas de saúde, apresentando um acréscimo nas internações.

Conforme a SES, a disponibilidade de leitos de UTI destinados a Covid na Capital e em Dourados estão em níveis alarmantes, praticamente sua capacidade máxima.

Encontram se aguardando para 3.677 amostras no Laboratório Central de Mato Grosso do Sul (Lacen), número considerado elevado, em um comparativos dos últimos dias. Segundo informações da SE, o processamento dos resultados leva em média 72 horas.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.