29.3 C
Rio Branco
23 julho, 2021 11:54 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

PC-MS ganhará 224 novos agentes em nomeação a partir desta segunda no Estado

Governo do Estado anuncia que 224 novos policiais civis serão nomeados nesta segunda-feira

POR LÚCIO BORGES ORTEGA - CORRESPONDENTE MS

MATO GROSSO DO SUL (MS) – A PC-MS (Polícia Militar de MS) ganhará a partir desta segunda-feira (14) , novos agentes com 224 nomeações ratificadas pelo Governo do Estado. Serão  novos investigadores e escrivães formados pela Acadepol no mês passado, que serão nomeados hoje e começaram a trabalhar ainda este mês. O anúncio de oficialização foi feito na sexta-feira (11), pelo o secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel, que representou o governador Reinaldo Azambuja em uma reunião com parte dos novos policiais, realizada na casa de ensino, em Campo Grande.

Conforme Riedel, o encontro foi para reunir os novos policiais para apresentar direção estrutural do Estado e acima de tudo para dar a boa notícia da oficialização imediata das nomeações. “Ontem à noite nós tivemos uma reunião com o governador, que assinou a nomeação de todos vocês, que será publicada na próxima segunda-feira no Diário Oficial do Estado”, anunciou Riedel.

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, detalha que entre os 224, já policiais civis, são 130 investigadores e 94 escrivães que irão reforçar os efetivos da Polícia Civil nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. “Nós vamos ter condições de prestar um melhor atendimento para a população em todas as unidades da Polícia Civil na capital e interior do estado, pois são novos servidores extremamente capacitados e comprometidos”, lembrou o secretário.

As nomeações saem hoje de todos os aprovados no curso de formação realizado pela Academia de Polícia Civil. Mas, o trabalho nas delegacias será até o fim do mês, pois os novos policiais terão que realizar exames de saúde e passar por uma junta médica. “Faremos um ato conjunto de nomeação, com posse a partir do próximo dia 28 de junho. Esse período de 14 dias é para que providenciem a documentação necessária para a junta médica e a posse”, explicou a titular da SAD (Secretária de Administração), Ana Nardes.

Secretario Eduardo Riedel, que representou o governador Reinaldo Azambuja

Formação

Os novos policiais tiveram 1.650 horas/aula de formação – incluindo 450 horas de aulas teóricas na Acadepol, com disciplinas como Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direitos Humanos, entre outras específicas da função, e 1.100 horas de estágio supervisionado nas delegacias da Capital. Os acadêmicos também fizeram atividades práticas e operacionais, como tiro e defesa pessoal. O delegado Gurgel, diretor da Acadepol, garante que estão todos preparados para exercerem suas funções.

Representante dos alunos, Marcela Andrade Morisco, que a partir de segunda-feira será oficialmente investigadora da Polícia Civil, classifica a nomeação como uma vitória, já que muitos dos novos policiais são outras cidades e estados e grande parte pediu demissão do emprego que tinha para se dedicar ao curso de formação.

“Estamos gratos neste momento que se torna realidade, ao Governo do Estado. Ser policial não é um trabalho ou emprego, mas sim uma escolha de vida, uma entrega, que hoje fazemos ao serviço público e à população”, disse.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.