30.3 C
Rio Branco
2 agosto 2021 5:51 pm

Vereadores ‘massacram’ Bocalom: “Cidade está um caos e sem perspectiva de melhora”

Vereadores afirmam que prefeito não tem humildade no cargo e precisa dizer a que veio com trabalho

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

O prefeito Tião Bocalom (PP) foi duramente criticado na sessão remota da Câmara Municipal de Rio Branco nesta quinta-feira (08), quando vereadores de partidos não alinhados com a Prefeitura, caso do Podemos e PSB, apontaram a atual gestão como uma administração perdida. As críticas partiram, principalmente, dos vereadores Raimundo Neném, Adaliton Cruz, e Arnaldo Barros, do Podemos.

Nenhum aliado do prefeito ou filiado a seu partido, como Rutênio Sá, Samyr Bestene ou o presidente N. Lima saiu em defesa de Tião Bocalom. Em mais de seis meses de administração, Bocalom não indicou um vereador de seu partido ou de sua base para funcionar como líder de sua administração na Câmara Municipal.

Sem ninguém para defender o prefeito, o plenário virtual da Câmara virou um campo minado para Bocalom. Oito dos 16 vereadores presentes na sessão da Câmara, apontaram defeitos na gestão. O vereador Arnaldo Barros disse, por exemplo, que o prefeito está perdendo tempo e se preocupando com o que não seria da alçada a Prefeitura e deixando de cuidar de problemas da cidade, como os esgotos a céu aberto, como está ocorrendo no bairro Calafate.

“No bairro Calafate. Os comerciantes da rua principal são obrigados a conviver com o esgoto a céu aberto e a Prefeitura não faz nada”, disse o vereador. “Ele não faz nada porque só vive em Brasília. O barco está afundando em relação a esta administração. O prefeito não está dando conta do que tem que fazer e não tem a humildade de pedir ajuda a quem possa ajuda-lo”, acrescentou Raimundo Neném.

O vereador Adailton Cruz disse concordar com o vereador e colega de parido e afirmou que o prefeito Tião Bocalom precisa ter consciência de que está à frente de uma Prefeitura de Capital e que precisa dizer a que veio. “Do jeito que está, somos obrigados a concordar com o vereador Arnaldo Barros, que vem tirando o couro do prefeito nas redes sociais”, disse.

“A cidade de Rio Branco está um caos e não temos perspectiva de melhora”, disse o presidente N. Lima, ao deixar a presidência da Casa para discursar contra o prefeito ao qual chama de amigo. “Mas ele está perdido”, afirmou.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.