20.3 C
Rio Branco
29 julho 2021 10:40 am

Concurso IBGE: Censo pode ser retomado até 2022

Concurso IBGE com mais de 204 mil vagas para o Censo Demográfico segue suspenso e deve acontecer até 2022. Outros editais com 6.500 vagas estão em andamento

POR CONCURSOS NO BRASIL

concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para o Censo Demográfico encontra-se suspenso.

De acordo com decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), o governo federal tem a obrigatoriedade da realização tanto do concurso quanto do Censo até 2022.

Segundo os editais liberados em 2021, foram ofertadas 204.307 vagas para Agente Censitário Municipal (ACM), Agente Censitário Supervisor (ACS) e Recenseador para atuação no levantamento de dados.

Os dois editais chegaram a abrir inscrições, mas foram suspensos depois que o Orçamento 2021 foi aprovado com um corte de mais de 95% dos recursos voltados para o levantamento de dados do IBGE.

“Não há previsão orçamentária para o Censo. Portanto, ele não se realizará em 2021. As consequências e gestão para um novo Censo serão comunicadas ao longo deste ano, em particular em decisões tomadas na Junta de Execução Orçamentária”, justificou o ex-secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues.

Adiamento do Censo Demográfico: o que aconteceu?

O Censo Demográfico do IBGE acontece uma vez a cada 10 anos. Sendo assim, os últimos dados populacionais são de 2010 e um novo levantamento deveria ter acontecido em 2020.

No entanto, por causa da pandemia de coronavírus, foi necessário postergar as entrevistas para 2021, adiando também a seleção dos profissionais que trabalhariam no Censo.

Então, em fevereiro de 2021, o Cebraspe (banca organizadora) divulgou um edital para Agente Censitário Municipal (ACM) e Supervisor (ACS) e outro para Recenseador.

As inscrições foram finalizadas em março e, logo em seguida, o Orçamento 2021 foi aprovado com alto corte nos recursos que seriam voltados para o Censo Demográfico. Consequentemente, a seleção acabou sendo suspensa.

A realização da pesquisa foi levada à votação no STF, que decidiu pela obrigatoriedade de fazer a pesquisa em 2022. Oito votos foram a favor de atrasar as entrevistas por mais um ano, enquanto dois pediam pela realização ainda em 2021.

“A ausência dessas informações implicará grandes obstáculos para a promoção dos direitos que compõem a espinha dorsal do Estado Social brasileiro, frustrando, outrossim, os objetivos constitucionais de desenvolvimento socioeconômico e de redução das desigualdades sociais”, afirmou o ministro Gilmar Mendes.

Vale ressaltar que houve ainda um ministro votando contra o Censo Demográfico. “O IBGE retomará as tratativas com o Ministério da Economia para planejamento e promover a realização do Censo em 2022, de acordo com cronograma a ser definido em conjunto com o ME”, comunicou o Instituto em nota.

Concurso IBGE para o Censo: veja quais foram as ofertas

Organizado pelo Cebraspe, as 204.307 vagas suspensas em 2021 para o Censo Demográfico seriam divididas entre:

  • Recenseador: 181.898 vagas para nível fundamental;
  • Agente Censitário Municipal (ACM): 5.450 vagas para nível médio;
  • Agente Censitário Supervisor (ACS): 16.959 vagas para nível médio.

As inscrições do concurso IBGE para o Censo Demográfico chegaram a acontecer nos seguintes períodos:

Ao se inscrever, o candidato teve que indicar a localidade em que quer trabalhar e também o município onde pretende fazer a prova.

As avaliações objetivas estavam previstas para acontecerem nos dias 18 e 25 de abril, respectivamente para ACM/ACS e para Recenseador.

Cada uma contaria com questões de Certo (C) e Errado (E), com pontuação seguindo o método Cespe.

No entanto, as provas precisaram ser suspensas por causa no corte no Orçamento que impediu a realização do Censo Demográfico em 2021. Veja o que seria abordado:

  • Língua Portuguesa;
  • Matemática;
  • Ética no Serviço Público;
  • Noções de Administração/Situações Gerenciais (apenas para Agente Censitário);
  • Conhecimentos Técnicos, baseados na Apostila do IBGE disponível no site da banca.

Os candidatos a Recenseador ainda iriam participar de um treinamento, que não seria feito pelo Cebraspe, mas pelo próprio IBGE.

Essa fase teria caráter eliminatório e classificatório, visando capacitar o Recenseador para a aplicação de conceitos e de procedimentos estabelecidos para o Censo Demográfico.

Os editais previam contratações por tempo determinado, que variavam conforme o cargo pleiteado, sendo distribuídas por estados (clique aqui para ver). Confira mais detalhes das funções logo abaixo:

Recenseador

Geralmente, o requisito para as vagas de Recenseador é ter ensino fundamental completo. Já a remuneração não é definida, uma vez que os contratados recebem de acordo com sua produção.

Esse cálculo é feito por setor censitário de unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), pelo tipo de questionário e pelas pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados.

É possível realizar uma simulação de remuneração pelo site do IBGE, indicando a localidade de trabalho. O concurso IBGE para Censo Demográfico 2021 previa carga horária semanal mínima de 25 horas e máxima de 50 para realizar tarefas como:

  • Manusear o serviço de mensagens do dispositivo móvel de coleta;
  • Apresentar-se ao informante com o uniforme e o crachá de identificação fornecido pelo IBGE;
  • Coletar as informações do Censo Demográfico 2020 em todos os domicílios do setor censitário que lhe foi atribuído; e
  • Manter o sigilo dos dados emitidos pelo informante, além de consultar relatórios diversos de acompanhamento de coleta.

Os contratos teriam duração de três meses.

Agente Censitário Municipal

A função requer ensino médio completo e conta com remuneração de R$ 2.100,00 para jornadas de 40 horas semanais de trabalho. São algumas atribuições do Agente Censitário Municipal:

  • Acompanhar as atividades da coleta de dados;
  • Acompanhar o Agente Censitário Supervisor no início da coleta da pesquisa urbanística;
  • Equipar, administrar, organizar e zelar pelo Posto de Coleta;
  • Acompanhar o registro de frequência dos Agentes Censitários Supervisores;
  • Divulgar o Censo em toda sua área de atuação; e
  • Manter organizada toda a documentação administrativa.

Os contratos teriam duração de cinco meses.

Agente Censitário Supervisor

remuneração seria de R$ 1.700,00 para 40 horas semanais de trabalho. São algumas tarefas do Agente Censitário Supervisor, que requer nível médio completo:

  • Acompanhar os Recenseadores em campo para esclarecimento de dúvidas;
  • Adotar as providências relativas à contratação, prorrogação de contratos e desligamento de Recenseadores;
  • Auxiliar os Recenseadores na solução dos casos de recusa ou resistência de informantes em atendê-los;
  • Colaborar na organização e na administração do Posto de Coleta;
  • Dirigir veículo oficial ou locado pela Instituição, caso possua habilitação;
  • Elaborar e transcrever textos e/ou planilhas em dispositivos eletrônicos;
  • Fazer registros administrativos e de controle da coleta de dados;
  • Auxiliar os Recenseadores na solução dos casos de recusa ou resistência de informantes em atendê-los.

Os contratos têm duração de cinco meses.

Concurso IBGE 2021: requisitos para a contratação

Aqueles que forem aprovados em todas as fases do concurso IBGE, e que estejam dentro do total de vagas previsto, deverão cumprir os requisitos a seguir, para serem contratados:

  • Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa, seguindo o que está consolidado na legislação sobre o tema;
  • Estar em gozo dos direitos políticos (todos) e quite com as obrigações militares, se do sexo masculino;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais e ter idade mínima de 18 anos;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições da função;
  • Não estar incompatibilizado para assumir a função, dentro do que está disposto no art. 6º da Lei nº 8.745/1993 e no art. 37, § 10 da Constituição Federal/1988;
  • Apresentar declaração de próprio punho de que não se encontra na condição de sócio-gerente ou administrador de sociedades privadas.

Concurso IBGE para 6.500 vagas está em andamento

Além da seleção voltada para o Censo Demográfico, o Instituto também liberou quatro editais para contratações a serem firmadas pelo período de um ano. O concurso IBGE abriu as seguintes vagas:

As inscrições do concurso IBGE 2021 foram finalizadas no dia 26 de março para Agentes e no dia 31 de março para Supervisores. As taxas cobradas variavam de R$ 21,14 até R$ 40,00 dependendo do cargo pleiteado. Os candidatos já foram submetidos a provas objetivas compostas por 60 questões de múltipla escolha acerca de:

  • Língua Portuguesa (para todos);
  • Ética no Serviço Público (para todos);
  • Matemática e Raciocínio Lógico (menos para Supervisor de Pesquisa);
  • Noções de Informática (apenas para Supervisor de Coleta e Qualidade);
  • Noções de Administração e Situações Gerenciais (apenas para Supervisor de Coleta e Qualidade);
  • Geografia (menos para Agente de Pesquisa por Telefone e Supervisor de Pesquisa);
  • Conhecimentos Gerais (apenas para Agente de Pesquisa por Telefone);
  • Noções de Administração e Situações Gerenciais (apenas para Supervisor de Pesquisa);
  • Conhecimentos Específicos (apenas para Supervisor de Pesquisa).

As avaliações do concurso IBGE ocorreram nos dias:

  • Agente de Pesquisas e Mapeamento: 02 de maio de 2021;
  • Agente de Pesquisa por Telefone: 16 de maio de 2021;
  • Supervisor de Coleta e Qualidade: 02 de maio de 2021;
  • Supervisor de Pesquisa: 09 de maio de 2021.

Atenção: os candidatos que realizaram as provas para Supervisor de Coleta e Qualidade, na cidade de São Mateus, no estado do Espírito Santo, deverão passar por nova avaliação, conforme comunicado oficial da banca organizadora.

A data de aplicação das novas provas objetivas está prevista para 25 de julho de 2021.

Tire dúvidas e obtenha mais informações

IMPORTANTE: caso tenha qualquer tipo de problema relacionado ao concurso IBGE, entre em contato com o CEBRASPE, a empresa que está organizando a seleção, pelo telefone 61 3448-0100 ou pelo e-mail [email protected].

Se a dúvida ou problema for relacionada ao cargo de Supervisor de Pesquisa, entre em contato com o IBFC, empresa responsável pelo edital n° 06/2021 com 25 vagas, pelo telefone (11) 4788-1430.

Processo seletivo anterior IBGE: edital 1/2020

Para quem não se lembra, as seleções do IBGE em 2020 começaram com a publicação do edital nº 1/2020, que abriu processo seletivo simplificado para ocupação de 35 vagas para realização do chamado Teste de Homologação de Equipamentos e Sistemas do Censo 2020.

Esse teste estava previsto para acontecer no Rio de Janeiro (cidade de Engenheiro Paulo de Frontin).

As vagas oferecidas na seleção IBGE para o Teste de Homologação foram para as funções de Coordenação – Agente Censitário Municipal (1), Supervisão – Agente Censitário Supervisor (4) e Recenseador – Coleta (30). Os detalhes deste certame, organizado pelo IBADE, estão aqui.

E o concurso IBGE para efetivos?

O órgão confirmou, no dia 14 de maio de 2021, que não há previsão de lançar um novo edital de concurso IBGE para efetivos. Assim, o Instituto completa seis anos sem realizar seleção para contratar novos servidores fixos, uma vez que o último aconteceu em 2015. Enquanto isso, os interessados devem continuar estudando, pois o quadro de pessoal tem um grande déficit.

Em fevereiro de 2019, a presidente do órgão, Susana Cordeiro Guerra, deu indicativos de que um novo concurso para efetivos seria muito necessário. Segundo a gestora, nos últimos oito anos o órgão perdeu mais de 30% de seus funcionários.

Como se não bastasse isso, muitos de seus funcionários poderão se aposentar nos próximos anos, fazendo com que o IBGE perca mais 30% de seu quadro.

O último pedido de concurso público para o IBGE foi protocolado em 2017 e já não tem mais efeitos, pois foi arquivado, diante do contingenciamento governamental.

Nele, constavam 1.800 vagas efetivas, das quais, 1.200 seriam para Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas e 600 para Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas.

Cargos efetivos no concurso IBGE

Segundo o último pedido e com base em informações do concurso IBGE anterior, as vagas futuras poderão ser voltadas principalmente para os cargos de Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas e Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas.

Para o cargo de Técnico, o salário deverá ser maior do que entre R$ 3.471 e R$ 5.011. No caso de Analista, deverá ultrapassar a casa dos R$ 9.107 mensais.

A contratação do IBGE, neste caso, é feita pelo Regime Estatutário, que garante estabilidade empregatícia ao concurseiro aprovado e contratado. Outros benefícios são acrescidos, tais como auxílio-alimentação e assistência à saúde.

Último concurso IBGE para efetivos

Em 2015, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística realizou o seu último concurso, com a abertura dos editais 01/2015 e 02/2015. Naquela ocasião, o órgão disponibilizou 600 vagas e, destas, foram providas 460 vagas para Técnico, 90 para Analista e 50 para Tecnologista.

Quem se inscreveu para disputar as vagas de Analista e Tecnologista foi submetido a provas objetivas (todas as áreas de conhecimento dos cargos), prova discursiva (cargo de Analista – área de Análise de Sistemas/Desenvolvimento de Sistemas) e prova prática (cargo de Analista – área de Design Instrucional e Tecnologista – área de Programação Visual/Webdesign).

Já quem optou pelo cargo de Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas apenas participou da prova objetiva.

A remuneração prevista na época para o cargo de Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas variava entre R$ 3.098,85 e R$ 4.638,01. Os Analistas e Tecnologistas, por sua vez, teriam remuneração entre R$ 7.000,49 e R$ 8.734,88.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.