17.3 C
Rio Branco
21 julho, 2021 6:02 am

Novas cepas aumentam preocupação e MS anuncia envio de doses extras de vacina para o Acre

Ministro da Saúde anunciou que fará envio de doses extras de vacina contra a Covid-19 para o Acre e outros estados de fronteira

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta terça-feira (20) que enviará doses extras de vacina contra a Covid-19 para o Acre, já que o estado faz fronteira com outros países. Na lista, além do Acre, estão Amapá, Amazonas, Pará, Roraima e Santa Catarina.

Segundo Queiroga, os imunizantes enviados serão suficientes para vacina “pelo menos 279 mil brasileiros”, mas não especificou se o quantitativo contabiliza primeira e segunda doses e nem quantas doses cada estado receberá.

A disseminação da cepa delta e a lambda, detectada pela primeira vez no Peru, são preocupações da pasta e, por isso, a população de regiões de fronteira foram incluídas como prioritária na ultima semana.

“É uma estratégia, até para que a gente possa conter variantes, criar uma espécie de um cordão epidemiológico vacinando a população fronteiriça, para evitar que variantes de venham outros países possam chegar ao Brasil”, declarou o ministro em agenda na cidade de Foz do Iguaçu (PR).

O ministro destacou que ao imunizar a população de fronteira, o Brasil atuando no controle da pandemia não apenas no país, mas em toda a América Latina.

“O trânsito dos cidadãos de países vizinhos pode trazer e levar doenças. Por isso, o controle sanitário é necessário para que consigamos ter uma promoção em saúde em padrões que desejamos para o Brasil e para os nossos irmãos da América do Sul”, destacou o ministro.

A aceleração na vacinação vai permitir o retorno de atividades essenciais que ainda dependem da imunização em massa para ter um retorno completo e seguro.

“Precisamos preservar vidas, empregos e reabrir as atividades, entre elas as aulas presenciais, fundamentais para os nossos adolescentes. Para isso, precisamos implementar uma ampla campanha. É a força do SUS que vai nos livrar do caráter pandêmico da Covid-19”, afirmou o ministro.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.