25.3 C
Rio Branco
22 julho, 2021 10:06 pm

Pastor acusado de assédio no AC tem áudio vazado e diz que elogiava para “motivar”

POR REDAÇÃO CONTILNET

Depois que foi acusado por duas vezes de cometer assédio sexual contra duas pessoas que postulavam vagas de emprego, o pastor e diretor da Santa Casa de Misericórdia do Acre, Ildson Viana, teve um áudio vazado na internet e divulgado pelo site AC24Horas.

Ele havia mandado a mensagem aos colegas de trabalho comentando o assunto, dizendo que sempre quis criar um ambiente de trabalho harmônico, já que os funcionários chegavam ao local com bloqueio mental.

“A maioria de vocês quando começou a conversar comigo, muitos vieram com bloqueios terríveis da mente. Alguns paradigmas que precisavam ser quebrados, inclusive, autoestima, autoimagem, motivação, sonhos, projetos e eu sempre tratei todos da mesma forma com muita motivação, elogio, palavras de incentivo, por exemplo, eu chamo todos de doutora e doutor e dos áudios que eu faço? Os áudios em que chamo vocês de preciosos e preciosos e faço isso no privado de tanto homens e mulheres”, diz o pastor.

“Entrei em muitos de vocês em questões pessoais e familiares perguntando muito coisas para sondar mais pra saber em que campo eu estava entrando, principalmente sobre família e relacionamento. Teve casos aqui do grupo, não nesse, nos outros, que o marido não quis que a esposa continuasse trabalhando porque às vezes muitas mulheres e namorados não deixam e entrei nessa questão se tinha namorado ou marido, perguntando onde moravam e o que fazia exatamente pra saber o cenário em que poderíamos trabalhar sempre elogiando e motivando e elogiando belezas de alguns que nem tem”, continuou.

Ao final, Ildson agradeceu os funcionários e pediu perdão aos que interpretaram seus elogios e incentivos de outra forma.

Confira na íntegra: 

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.