17.3 C
Rio Branco
29 julho 2021 11:09 pm

Polícia prende jovem que matou menina de 13 anos com tiro à queima-roupa

Kelson Lobato foi reconhecido pela Polícia Militar enquanto estava na Zona Sul da capital. Vítima foi morta no residencial Orgulho do Madeira no mês de maio

POR G1 RO

O suspeito de assassinar com um tiro à queima-roupa a adolescente Emanuele Cristine Gomes França, de 13 anos, foi preso na tarde de quinta-feira (1º) pela Polícia Militar (PM) em Porto Velho. Kelson Lobato Moraes, de 19 anos, estava foragido desde 26 de maio.

Segundo a polícia, o suspeito foi localizado na Rua Miguel Calmon, bairro Cohab, na zona Sul. Kelson era considerado foragido da Justiça desde de 18 de junho, quando um mandado de prisão temporária contra ele foi expedido.

O mandado de prisão foi solicitado pela Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV), através da delegada Leisaloma Carvalho.

“Ele foi preso por conta do meu pedido de prisão. Ele estava na rua, ontem, e como tem um mandado de prisão em aberto e estava foragido, os policiais conseguiram identificar ele e o prenderam. Ele será interrogado no inquérito”, pontua.
A polícia tenta saber qual a motivação do crime. Kelson nasceu em 2002, em Guajará, e é conhecido por algumas pessoas como ‘Bolívia’ e ‘Playboy’.

Crime no Orgulho do Madeira

Na noite de 26 de maio, a adolescente Emanuele Cristine Gomes França, de 13 anos, foi morta com com um tiro de arma de fogo no Orgulho do Madeira. As investigações da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV – Homicídios) apontam que Emanuele foi morta com um tiro à queima-roupa.

À época, segundo a polícia, Kelson tinha uma relação amorosa com uma irmã da vítima e, na noite do crime (em 26 de maio), o suspeito foi visto portando uma arma de fogo dentro do apartamento onde Emanuele morava.

Depois de matar Emanuele Cristine, o suspeito chegou a usar redes sociais para comentar sobre o crime e ‘debochar’ da situação.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.