34.3 C
Rio Branco
18 setembro 2021 7:45 pm

Usina de Arte do AC sedia evento cultural sobre Imaginário Popular Acreano neste sábado

POR RENATO MENEZES, PARA CONTILNET

Última atualização em 29/07/2021 16:42

No próximo sábado (31), das 14h às 18h, acontecerá o evento gratuito “Guardiões da Floresta e seus Mistérios” na Usina de Arte João Donato, em Rio Branco, que busca desvelar o simbolismo das figuras históricas das narrativas populares. O workshop, que também conta com apresentações ilustradas e performances artísticas, objetiva trazer e reviver a cultura imagética local, bem como reconectar os acreanos com a própria história.

O projeto, financiado pela Lei Aldir Blanc por meio do edital da Fundação Elias Mansour (FEM), busca fazer uma leitura semiótica das entidades presentes no imaginário acreano, tais como Mapinguari, Iara, Curupira, Saci, Matinta Pereira, Mula sem cabeça e M’boi Tatá, trazendo características que visam a compreensão da importância destas figuras para os valores culturais locais.

Foto: Divulgação

Segundo o professor de filosofia e organizador da iniciativa, Renis Ramos, a ideia do workshop é de trabalhar filosofia e cultura acreana por meio de um estudo sobre a narrativa dos guardiões da floresta e, por sua vez, reviver a história para que nada se perca ou seja abafada com o tempo. “Desta maneira, buscar recuperar a identidade e valores culturais existentes nas figuras dos guardiões da floresta, trazendo à luz seus valores imagéticos, por meio do compartilhamento de conhecimentos consagrados da filosofia, é uma forma de reconhecer a importância das tradições populares como patrimônio imaterial e também promover seu fortalecimento”, diz.

Além disto, a programação trará uma performance protagonizada pela atriz e diretora negra amazônida, Kétila Flor, que retratará as narrativas da floresta por meio da arte; e também terá a ilustração dos guardiões pelas mãos do ilustrador e desenhista João Prado. O público-alvo são os fazedores de cultura, estudiosos sobre filosofia e mitologia e o público em geral que tiver interesse. A faixa etária é livre, ou seja, não há limite de idade para prestigiar o workshop. Contudo, é importante que sejam respeitados os protocolos sanitários como o uso de máscaras, álcool gel e distanciamento.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.