24.3 C
Rio Branco
22 setembro 2021 3:13 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

“Até agora estou calada, mas vou colocar a boca no trombone”, ameaça Valdete

POR THIAGO CABRAL, DO CONTILNET

Boca no trombone

Suspeita de ter comandado um esquema de “rachadinha” no Governo do Estado, a diretora financeira da Codisacre, Valdete Souza, usou as redes sociais nesta segunda-feira para se manifestar. “Não sou vagabunda e nem bandida, sou mãe de família. Não fiz nada disso que estão dizendo que eu fiz”, falou. Valdete disse ainda que até agora está calada, mas que vai colocar a boca no trombone. “Eu sofri e minha família sofreu com isso. Mas eu vou começar a me manifestar”.

Stop

A tão falada CPI do Busão, que quer investigar o transporte público de Rio Branco, continua parada na Câmara de Vereadores da Capital. O motivo é que apenas o PDT, até agora, indicou seu representante para compor a comissão, a vereadora Michelle Melo, que é também a requerente da investigação. A CPI tá mais parada que ônibus quebrado.

Investigação

Depois que engrenar, a CPI quer investigar ao menos cinco pontos: as elevadas tarifas e os custos dos transportes; a condução do contrato de concessão com as atuais empresas que prestam o serviço público de transporte na Capital; legalidade e eficácia dos atos de definições tarifárias e dos subsídios públicos (tributos e tarifários) às empresas detentoras da concessão; diminuição da Frota de ônibus sem explicações concretas, causando prejuízos aos usuários; e o endividamento trabalhista junto aos colaboradores das empresas prestadoras.

Se estranhando

Únicas mulheres na Câmara de Vereadores de Rio Branco, as parlamentares Lene Petecão (PSD) e Michelle Melo (PDT) não tem tido uma relação amistosa nos últimos dias. A vereadora da base do prefeito não gostou do comportamento da colega pedetista no caso do impeachment do prefeito Tião Bocalom (PP) e tem jogado duro.

Pode ser uma imagem de ao ar livre
Prefeita Rosana Gomes/Foto: reprodução

Na ativa

 

A prefeita de Senador Guiomard, Rosana Gomes (PP), não quer saber de parar a labuta. Mesmo no feriadão, a chefe do executivo municipal e presidente do Progressistas no município, despachou o dia todo de seu gabinete e não deixou as obras pararem, passou o dia todo na ativa.

Apoio

O deputado estadual Roberto Duarte (MDB), que tem colecionado embates com o governador Gladson Cameli (PP) ao longo de seus mandatos, disse ao ContilNet que deve apoiar o governador para a reeleição. Segundo o deputado, do lado dele não há problema em apoiar o governador. “Eu vejo que existem erros e acertos na sua gestão, e isso é natural. Quando eu critico é apenas com a intenção de ajudar. Quero abrir os olhos do governador, não fico só dizendo amém”, disse.

Bolsonarista no Alto Acre

Em uma cidade do interior do Estado, na região do Alto Acre, a postura de um secretário municipal não tem agradado os servidores. A gestão, que é de esquerda, tem em seu primeiro escalão um secretário bolsonarista de carteirinha, que inclusive está mandando um áudio para seus comandados convocando-os para as manifestações de amanhã, em defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Um paradoxo.

7 de Setembro

Sem o tradicional desfile cívico do 7 de Setembro, quando se comemora a Independência do Brasil, cancelado devido à pandemia do novo coronavírus e para evitar aglomerações, os acreanos terão outros motivos para ir às ruas: as manifestações a fovor e contra o presidente Jair Bolsonaro.

Pró-bolsonaro

Para os bolsonaristas, o Dia da Independência vai ser celebrado com uma motociata e carreata. O ato está marcado para começar às 14 horas, com concentração na Arena da Floresta.

Do contra

Já o grupo contrário ao presidente da República, fará uma manifestação às 16h, na Gameleira. O ato, o “Grito dos Excluídos”, é realizado em todo o país e defende as bandeiras de esquerda e do desenvolvimento social. Este ano, o movimento vai ser também um contraponto aos atos a favor do presidente.

 

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.