27.8 C
Rio Branco
14 outubro 2021 12:53 am

Polícia Civil age rápido e prende acusado de matar ‘amigo’ no bairro Waldemar Maciel, em Rio Branco

POR ITHAMAR SOUZA, DO CONTILNET

Última atualização em 24/09/2021 15:35

O monitorado por tornozeleira eletrônica Fernando Ferreira da Silva, 35 anos, foi preso acusado de matar Uylque Marreiro Ipolito, de 39 anos, ainda na madrugada de sexta-feira (24), na rua Natal, no bairro Waldemar Maciel, região do Calafate, em Rio Branco

Segundo informações da polícia, após matar Uylque, Fernando se escondeu em uma residência na região do Calafate, e quando amanheceu fugiu e se escondeu em uma casa na região do Papoco.

Os policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) que estiveram no local onde estava o corpo de Uylque conseguiram colher informações valiosas e passaram a monitorar Fernando. Após a fuga para tentar despistar a polícia, Fernando acabou recebendo voz de prisão em flagrante, pois o crime tinha sido praticado a poucas horas.

Esse é um dos casos que os agentes da DHPP conseguiram elucidar rapidamente, pois há diversos crimes na cidade de Rio Branco nos quais os autores não são encontrados.

Fernando foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde responderá agora pelo crime de homicídio.

Relembre o caso

Uylque Marreiro Ipolito, de 39 anos, foi morto com um golpe de faca na madrugada desta sexta-feira (24), na rua Natal, no bairro Waldemar Maciel, região do Calafate, em Rio Branco.

Segundo informações da polícia, a vítima estava participando de uma bebedeira com amigos, quando houve um desentendimento que acabou em luta corporal. Uma pessoa ainda não identificada pegou um faca e desferiu um golpe no peito de Uylque, que acabou morrendo antes da chegada do Samu. Após a ação, o criminoso fugiu do local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda foi acionado, mas quando os socorristas chegaram no local, só puderam constatar que Uylque já estava sem vida.

A Polícia Militar esteve no local e isolou a área para o trabalho da perícia criminal. O perito constatou que o homem foi morto com um único golpe no peito.

Agentes do Instituto Médico Legal (IML) recolheram o corpo e levaram para a sede, onde serão realizados os devidos exames cadavéricos.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!