24.3 C
Rio Branco
15 outubro 2021 6:40 am

Com doações, professor flagrado com 16 crianças em carro diz que pretende investir em escolinha de futebol

Segundo o professor, uma vaquinha virtual foi feita e, até o momento, pouco mais de R$ 28 mil já foram arrecadados. Flagrante dele com crianças foi feito por empresária, que achou que fossem bonecos.

POR G1

Última atualização em 01/10/2021 15:05

A vaquinha já está em andamento e a intenção é arrecadar R$ 70 mil para a escolinha de futebol do Esquerdinha, em Campo Grande. A história do professor voluntário José Ferreira de Andrade, de 64 anos, ficou conhecida após o g1 mostrar o flagrante em que ele dirigia um veículo com várias crianças amontoadas na região da Coronel Antonino.

Segundo o professor, uma vaquinha virtual foi feita e, até o momento, pouco mais de R$ 28 mil já foram arrecadados. “Tem cerca de 40 dias para finalizar e aí eu pretendo comprar outro veículo ou então consertar esse que eu ando com as crianças. Estou na esperança desta vaquinha, principalmente porque vou poder levá-las para participarem de amistosos, nem que eu faça duas a três viagens com esses guris”, alegou.

Quem quiser doar pode entrar nesse link e fazer a doação: voaa.me/esquerdinha-projeto-van

Flagrante

No dia 11 de setembro, o professor foi visto dirigindo um carro com várias crianças. Amontoadas no veículo, que comporta até cinco pessoas, incluindo o motorista, algumas crianças estavam no porta-malas com os pés para fora (veja vídeo acima).

A cena foi flagrada por uma empresária de 35 anos, que estava atrás e chegou a achar que eram bonecos (leia entrevista mais ao fim da reportagem). O G1 localizou o condutor do veículo com as crianças, José Ferreira de Andrade, que disse que levava 16 alunos para treinar futebol em um projeto social.

A chefe da Educação para o Trânsito da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Ivanise Rotta, afirmou que não se deve colocar crianças em risco no trânsito, mesmo “dizendo que está fazendo um bem maior”. O homem pode responde por até quatro infrações (leia ao fim do texto).

O que diz o professor

Conhecido como Esquerdinha, José Ferreira é professor de futebol e afirma que dá aulas para crianças em projeto social.

Segundo o professor, sua renda é de R$ 1,9 mil mensais. Ele diz que leva as crianças para o projeto para que elas tenham oportunidades em times grandes e desenvolvam bons hábitos.

“Eu sou professor de futebol e divido a minha renda com estas crianças do trabalho voluntário. Elas possuem uniforme, eu sempre levo pão e suco de lanche. Nunca tive uma ajuda sequer e daqui já saiu jogadores que foram para times grandes. Faço isso porque, quando eu era criança, nunca tive apoio. Também para que essa gurizada fique longe das drogas, das bebidas e do crime.”

José Ferreira também afirma que já levou outras crianças no veículo. Ultrapassar o limite que o carro comporta e transportar pessoas sem segurança, fora dos bancos, é infração de trânsito passível de multa.

“Eu tinha o sonho e montei o Esporte Clube Esquerdinha. Desde 2007 somos federados e já conquistamos muitos troféus. Teve jogador que saiu daqui e foi para o interior de São Paulo, Pará, Paraná, muitos lugares. Nesse carro mesmo, uma vez enchi de crianças e fomos para uma peneira que teve aqui do Corinthians. De lá, escolheram 8 crianças nossas.”

“Eu sou professor voluntário e tenho esse projeto social há 20 anos. Não tenho outro recurso e faço isso para levar as crianças para jogarem nos campeonatos. Eu toco ele [projeto] sozinho. Levo a gurizada desde muito pequena para jogar na comunidade Tia Eva, para fazer treinos no bairro Mata do Jacinto onde tem uma quadra de futsal e também lá na região do Nova Lima e no bairro Estrela Dalva”, disse.

Sem sede e buscando recursos com empresários, o professor afirmou que não tem o intuito de cobrar mensalidade das crianças. “Eu queria ter uma sede, um vestiário, só que eu sei que não tem como pedir nem um centavo para os pais [dos alunos]. Tem lugar que cobra R$ 100 só do uniforme, mas, eu não vou fazer isso. […] O que nos une mesmo, eu e essas crianças, é o amor pelo futebol.”

Sobre a imprudência com o carro, o professor disse que “está arriscando a própria vida”. “Isso aí é sempre que acontece e eu sei que, se precisar, as crianças vão a pé para o campo comigo. Eu não vou desistir só porque me filmaram. Tem amistoso direto, elas querem ir.”

Pai de dois filhos, José Ferreira disse que também os leva para assistir e participar de campeonatos na cidade. Seu sonho, afirmou, é ter um ônibus para transportar os alunos. “A maior vontade que tenho é ter um ônibus para levá-los, para participarem de peneiras e jogarem em vários outros bairros, outras cidades do estado”, disse.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!