27.4 C
Rio Branco
27 novembro 2021 9:04 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Preso que trazia cocaína da Bolívia para o Brasil ostentava maços de dinheiro e fuzil nas redes sociais, diz polícia

Suspeito foi um dos alvos da operação Ouro Branco. Ele foi levado para a delegacia e prestou depoimento nessa segunda-feira (18). São ao todo 80 mandados a serem cumpridos no decorrer da semana em MS.

POR G1

Um dos presos da Operação Ouro Branco, deflagrada em Campo Grande com 80 alvos, ostentava montantes de dinheiro e armas nas redes sociais. Segundo o delegado Hoffman D’Avila, responsável pelas investigações, o suspeito foi levado para a delegacia e prestou depoimento nessa segunda-feira (18).

Conforme o delegado, a polícia faz um balanço do material apreendido, buscas e também novos depoimentos nesta manhã (19). No caso deste alvo, a polícia investigou postagens dele no Facebook e disse que, constantemente, ele mostrava maços de dinheiro e fuzis.

Operação

Investigação de ao menos um ano da Delegacia Especializada em Repressão ao Narcotráfico (Denar), resultou na operação Ouro Branco, deflagrada nesta segunda-feira (18) para cumprir 16 mandados de prisão e cerca de 60 de busca e apreensão, conforme afirmou ao g1 o delegado Hoffman D’Avila.

Conforme a investigação, parte do grupo criminoso foi preso em outras ocasiões e, a partir daí, a polícia passou a identificar as pessoas e também como eles dividiam as tarefas para trazer, principalmente, cocaína da Bolívia para o Brasil.

Presos estão sendo levados para Denar, em Campo Grande (MS) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Presos estão sendo levados para Denar, em Campo Grande (MS) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Leia mais em G1, clique AQUI! 

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.