34.4 C
Rio Branco
13 outubro 2021 6:57 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Rapaz é preso ao extorquir homens de quem conseguia nudes se passando por mulher nas redes sociais

POR G1 MS

Um rapaz de 21 anos foi preso nessa quinta-feira (30), em Ladário, região oeste de Mato Grosso do Sul, por extorquir homens de quem conseguia nudes se passando por mulher nas redes sociais. Ele estaria praticando ‘sextorsão’.

De acordo com a Polícia Civil, o jovem tinha um perfil feminino falso no WhatsApp e no Facebook e assim, atraía homens. Ele então conseguia que as vítimas mandassem fotos e vídeos íntimos.

Depois de conseguir os nudes, o suspeito ameaçava divulgar as imagens caso os homens não pagassem o valor exigido ou tivessem relação com uma terceira pessoa indicada por ele, que na realidade se tratava dele próprio.

O rapaz foi preso em flagrante, em casa, logo após mandar uma mensagem por WhatsApp a uma vítima que estava na delegacia quando recebeu a ameaça. Ele exigia R$ 5 mil sob pena de divulgar o material íntimo.

Na ocasião, policiais do Serviço de Investigações Gerais (SIG) identificaram o suspeito, o endereço, prendendo-o em flagrante por extorsão.

Foram encontrados depósitos da vítima em nome do suspeito, assim como apreendido o aparelho celular que estava com ele. Os policiais confirmaram que o chip utilizado no telefone era o mesmo utilizado nas conversas com o perfil fake.

Sextorsão

A nomenclatura “sextorsão” é uma definição doutrinária quando o criminoso obtém ou tem em seu poder fotos e vídeos sensuais – popularmente conhecidos como “nudes” – e passa a exigir vantagens da vítima mediante chantagem e, caso esta não ceda aos seus desejos, ameaça divulgar o material íntimo.

No caso em questão, por se tratar de chantagem financeira, a conduta foi enquadrada como extorsão, com pena de 4 a 10 anos de reclusão.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.