33.3 C
Rio Branco
13 outubro 2021 11:14 am

Ufac prepara curso de Relações Internacionais para 2022

POR ASCOM

Última atualização em 08/10/2021 19:33

O Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH) da Universidade Federal do Acre (Ufac) aprovou, em assembleia realizada nesta quinta-feira (7), o projeto de criação do curso de bacharelado em Relações Internacionais.

O curso, em nível de graduação, objetiva formar e capacitar profissionais para o exercício de atividades de consultoria, planejamento e gestão com interface internacional, tanto no domínio público como no privado, nas estruturas governamentais, instituições de ensino, pesquisa e extensão, em empresas e organizações diversas.

No Brasil existem 107 cursos de Relações Internacionais, oferecidos por instituições públicas e privadas. No contexto da região Norte, apenas as universidades federais do Acre e de Rondônia não o oferecem.

A ideia desse curso é antiga na Ufac e agora ela se consolida em um contexto mais amplo de expansão da universidade, que é a única instituição de ensino superior público e gratuito do Acre, com fundamental atuação no desenvolvimento da região.

A comissão responsável pela proposta aprovada é formada pelos professores Nilson Euclides, Eurenice Lima, Letícia Mamed e Jacó Piccoli, das Ciências Sociais; Wlisses James, da História, e Cristovão Henrique, da Geografia.

Na apresentação do curso, a comissão explicou que, considerando a história da Ufac, com mais de meio século de atividades, somada à especificidade de sua localização na fronteira entre Brasil, Peru e Bolívia, já existe na instituição uma memória de importantes realizações no âmbito das relações internacionais.

Assim, a proposta do curso está ancorada nessas experiências acumuladas, mas também se mostra atenta para discutir os desafios da integração do Acre ao contexto sul-americano e mundial, com valorização da multiculturalidade macrorregional e baseada em uma perspectiva de formação humanista e crítica.

A partir de agora, a comissão responsável pela proposta, liderada pelo diretor do CFCH, professor José Dourado, acompanhará de perto a tramitação do projeto nas demais instâncias deliberativas da universidade.

A previsão é de implantação do novo curso em 2022, com abertura de uma turma por ano, oferta de 50 vagas no turno vespertino/noturno e duração de quatro anos.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.