32.3 C
Rio Branco
1 julho 2022 4:39 pm

Maurício Lisboa deixa legado de desenvolvimento para o Acre; conheça sua trajetória

ContilNet conversou com familiares e resgata alguns destaques da sua vida como acreano.

POR KATIÚSCIA MIRANDA, PARA CONTILNET

Última atualização em 25/05/2022 11:27

Maurício Lisboa era mineiro, mas adotou o Acre como sua terra. Tinha o maior orgulho de ser acreano de coração. Há aproximadamente dez anos ele vivia em Florianópolis, Santa Catarina, no Sul do país, e mesmo que não fosse adepto da velocidade no trânsito, morreu aos 72 anos, vítima de um acidente causado por outros veículos que faziam um racha na Avenida Beira-Mar.

Maurício tinha oito filhos: Sinnara Lisboa Barbosa, Natasha Lisboa, Alexandre Lisboa, Thiago Lisboa, Yasmin Lisboa, Davi, Giovana e do Advogado João Maurício Vilela Viana Lisboa. Ele dizia que os filhos eram seu maior tesouro. “Nos filhos ele depositava toda a confiança e sempre os deixava voar, ganhar o mundo”.

Maurício com filhos e netos. Foto cedida

Esse foi o relato feito pelos familiares, que mesmo no momento difícil da partida trágica de Maurício, reservaram um tempo para falar com a reportagem de ContilNet.

Os filhos idolatravam. Ele tinha como hobby cozinhar, ler e viajar. Era um devorador de livros. Gostava de livros sobre guerra e sobre história. Sobre os autores que ele mais lia, se destaca Laurentino Gomes, autor de 1808 e 1822, obras prediletas de Maurício. Ele lia muito sobre a história do Brasil e do mundo.

Gostava de viajar geralmente de carro. Gostava de descobrir lugares. Ele viajou pelo mundo inteiro e nos últimos tempos falava que queria visitar a China novamente. Ele chegou a conhecer a China na época em que era fechada e rural. Ele integrou o primeiro grupo brasileiro que visitou a China na década de 80.

Ele chegou ao Acre em 1973, ainda estudante de Engenharia Elétrica. Montou e estruturou a Eletroacre e o sistema antigo de eletrificação do Acre. Era casado com Jaira Lisboa, com quem tinha 3 filhos e estava se preparando para levá-la para conhecer Paris. Era um homem romântico e apaixonado por sua família, um verdadeiro pai.

Foto antiga do empresário Maurício Lisboa. Foto cedida

Um dos seus empreendimentos mais conhecidos é o hotel Imperador Galvez, inaugurado em 2002, local que recebeu hóspedes ilustres, atores globais e até um presidente da república. Ele escolheu o nome do hotel como Imperador Galvez, numa alusão à história e ao turismo, duas de suas paixões.

Ele já foi proprietário do jornal Folha do Acre e tinha muito respeito da imprensa. Além de ter um bom papo, era sempre convidado pelos colegas da imprensa a emitir opiniões sobre educação, economia, viagens e história. Ele tinha um site chamado rotadosandes.com, que virou roteiro de muitos turistas que visitavam os Andes através do Acre.

Ele tinha um site rotadosandes.com. Foto cedida

Ele chegou a possuir a maior empresa de engenharia na área de terraplanagem do Acre e ajudou inclusive a abrir avenidas importantes como a Ceará. Teve também uma empresa de turismo chamada Eletra Turismo que tinha um ônibus que levava as pessoas para o Ceará.

Mauricio Lisboa exerceu um importante papel no desenvolvimento econômico Acre. Homem de personalidade marcante, deixa saudades e boas lembranças entre os familiares e amigos.

Família Lisboa reunida. Foto cedida

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.100 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.