21.3 C
Rio Branco
30 junho 2022 8:02 am

Indústria francesa investe em capacitação para jovens e amplia compra de borracha no Acre

Foi formalizado um termo de adesão voluntária com quatro organizações comunitárias e 200 novos produtores extrativistas para o beneficiamento e comercialização de látex nativo.

POR REDAÇÃO CONTILNET COM SECOM/AC

Última atualização em 24/05/2022 16:17

A indústria francesa Vert vai investir na capacitação de jovens extrativistas do Acre e ampliar o mercado comprando mais borracha da região. A fabricante de tênis com marca 100% ecológica e sustentável, conquistou a categoria de ecofriendly (amiga do meio ambiente). A empresa utiliza, em sua linha de produção, o látex extraído dos seringais do Acre.

O acordo de cooperação técnica entre o governo do Acre, por meio da Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac), e a Vert foi assinado nesta segunda-feira (23), no Palácio do Comércio, em Rio Branco.

O fundador da Vert/Veja, François Ghislain, lembrou que a empresa começou comprando borracha do Acre, em Brasileia, crescendo devagar nos primeiros anos. A produção aumentou e, além da França, a marca começou a vender em outros países da Europa. Em 2013, a marca Vert chegou ao Brasil. “Fabricamos cinco mil pares em 2004, e hoje produzimos quatro milhões de pares por ano. A nossa necessidade de borracha cresceu, especialmente nos últimos três anos, de 89 para 500 toneladas”, relatou.

Na oportunidade, foi formalizado o termo de adesão voluntária com quatro organizações comunitárias e 200 novos produtores extrativistas, para o beneficiamento e comercialização de látex nativo.  Os beneficiários receberão também capacitação sobre técnicas de cartografia social, diagnóstico socioeconômico, mapeamento e monitoramento participativo de áreas de coleta do látex nativo.

“Estamos gratos pela celebração deste acordo de cooperação, que vem para somar junto ao governo do Estado. A Funtac já realiza uma série de iniciativas e, com a parceria, vamos alcançar outras 200 famílias, atingindo uma média de 800 pessoas”, disse a presidente da Funtac, Missara Guimarães.

Sobre a Vert

Em 2003, dois franceses encontraram na Amazônia a inspiração para criar uma linha de tênis 100% ecológica e sustentável que gerasse impacto social positivo. No ano seguinte, nasceu a Veja (de “ver”) em Paris, na França. Ao expandir para outros países, inclusive o Brasil, a marca agregou o nome de Vert (“verde”, em francês). Com uma abordagem totalmente ecológica, a Veja utiliza, como matéria-prima, borracha adquirida de seringueiros do Acre, além de algodão e os tecidos orgânicos do Nordeste do Brasil.

Pagamento por Serviços Ambientais

Em 2021, a Vert comprou, dos extrativistas do Acre, 500 toneladas de borracha processada, número que saltou para 700 toneladas em 2022, com a meta de mil toneladas para 2023, pagando R$ 3,50 o quilo (valor com incentivo para qualidade), acrescido de um bônus por pagamento a serviços ambientais de R$ 8,50/kg, projetando o preço final para R$ 12,00/kg. As cooperativas também recebem um incentivo de R$ 3,50/kg.

O preço praticado no mercado mundial é de R$ 2,50/kg.  A empresa paga, portanto, um preço acima do praticado no mercado, valorizando quem está na ponta, com respeito aos princípios das boas práticas socioambientais, e valorizando aqueles que conservam e usam os recursos naturais de forma responsável.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.095 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.