29.3 C
Rio Branco
11 maio 2022 4:19 pm

Preso em SP com explosivos, homem apontado como líder de facção no AC começa a ser julgado

Em 2020, outros denunciados pelo crime foram absolvidos da acusação em júri popular

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 11/05/2022 16:18

Conhecido como “Dragão”, Marcos da Cunha Lindoso, apontado como principal liderança de uma organização criminosa no Acre, começa a ser julgado nesta quarta-feira (11), na 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar, no Fórum Criminal, pelo assassinato de Maycon da Silva Pereira.

Maycon Louco, como era conhecido, foi morto a tiros na tarde de 17 de março de 2016, na casa da vítima, na Sapolândia, região do Distrito Industrial. Maycon foi assassinado pelos membros da própria facção, por descumprir uma ordem e agredir a esposa.

O advogado Romano Gouveia, que atua na defesa de Lindoso, questionou as provas apresentadas na denúncia.

Lindoso, que teve o processo desmembrado dos outros réus, foi preso em dezembro de 2018, durante uma operação da Polícia Civil em São Paulo. No estado paulista, Marcos andava em um carro blindado e vivia, segundo a polícia, uma vida de luxo. No ato da prisão, portava 50 explosivos e documentos falsos.

Há cerca de um mês e meio, o réu foi transferido de um presídio de São Paulo para Rio Branco.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.847 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.