20.3 C
Rio Branco
27 junho 2022 2:34 am

Gusttavo Lima: Show de R$ 1 milhão o RJ teve fogos, furtos e prefeito no palco

POR GLOBO.COM

Última atualização em 09/06/2022 19:09

Era 23h10 quando Gusttavo Lima subiu no palco da Arena Magé, meia hora antes do previsto. Fogos de artifício davam boas vindas ao cantor sertanejo que recebeu um cachê de R$ 1,04 milhão bancado pela prefeitura para cantar no aniversário da cidade na Baixada Fluminense,. Aliás, não faltaram fogos. Ao longo do show, foram 14 vezes que os efeitos pirotécnicos apareceram, fora a queima ininterrupta de 8 minutos na hora do parabéns — entoado por Gusttavo.

A reação do público era de emoção e felicidade. Na plateia, eram constantes comentários como “nosso prefeito é o melhor” ou “parabéns ao prefeito”. Káthia Estrela, que ostenta o título de rainha da cavalgada de Magé, elogiou o profissionalismo do cantor. A exceção foi um grupo de adolescentes de 15 anos que se queixava do alto cachê. Um dos jovens aproveitou para desabafar à reportagem:

— Esse um milhão [de reais] deveria ter sido investido em outras coisas. Não tem hospital em Magé, as escolas estão caindo aos pedaços, as ruas estão horríveis. Mas, já que o dinheiro era nosso mesmo, a gente resolveu vir.

Gusttavo Lima entrou no clima da festa — lotada, a Arena tem capacidade oficial de 100 mil pessoas. Divertido, contou piada, botou óculos escuros cujas lentes traziam a inscrição “#aibb”, dançou agarradinho com o apresentador David Brazil, convidado para chamar Gusttavo ao palco, jogou brinde para a plateia, chamou a dupla mageense Rômulo e Ricardo para cantar com ele e entregou duas horas de show — inicialmente seria de uma hora e meia — com um repertório que foi de “Balada”, um de seus primeiros sucessos, até “Termina comigo antes”, um dos últimos lançamentos.

O sertanejo foi discreto e não fez nenhuma declaração direcionada à polêmica dos cachês. Mas depois de uns trinta minutos de show se referiu ao prefeito de Magé.

— Alô, prefeito. Aquele abraço, tamo junto — disse ele, ao som da música “Homem de família”.

Com uma plateia que cantou do início ao fim, o show correu normalmente, sem tensão, sem questionamentos ou protestos. Furtos, no entanto, fizeram parte da noite. Dar uma volta na Arena era ouvir alguém reclamando ou nervoso por ter tido o celular levado.

 

Shows investigados e cancelados

 

Essa foi a primeira apresentação de Gusttavo Lima desde que a Justiça começou a investigar possíveis irregularidades na contratação de artistas por prefeituras que culminou, até agora, no cancelamento de duas apresentações: em Teolândia, na Bahia, e em Conceição do Mato Dentro, Minas Gerais. Nesta, a verba de R$ 1,2 milhão destinada à Gusttavo deixou de ser usada em áreas como Educação e Saúde. Na redes, fala-se até em um “CPI do sertanejo”.

Em Magé, pelo o que alega a prefeitura, é que eles não tiraram o dinheiro de lugar nenhum, mas resolveram pegar a quantia recebida pela privatização da Cedae e investir no aniversário da cidade. Fato esse que foi lembrado antes que Gusttavo subisse ao palco.

— Nos últimos dias fomos massacrados, alvos de fake news. Mas batemos o pé e vai ter Gusttavo Lima sim. Este ano foi de improviso, mas ano que vem tem mais — anunciou o prefeito Renato Cozzolino (PP), recebido com aplausos e gritos de comemoração do público.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.087 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.