23.3 C
Rio Branco
28 junho 2022 10:12 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Com afastamento de Petecão, Acre terá pela primeira vez 3 suplentes representando o estado no Senado

POR THIAGO CABRAL, DO CONTILNET

Suplentes

Com o afastamento do senador Sérgio Petecão (PSD) programado para ocorrer no próximo dia 5 de julho, o Acre terá pela primeira vez na história três suplentes sentados na cadeira de titular na Casa Alta do Congresso Nacional.

Gladson e Mailza

Ainda em 2018, Gladson (PP) foi o primeiro a ceder sua vaga. Ganhou a disputa para o Governo do Acre e renunciou o mandato de senador, dando a vaga em definitivo para sua primeira suplente, Mailza Gomes, também do PP.

Bittar e Velloso

No último dia 31 de maio foi a vez do senador Marcio Bittar (UB) se afastar do cargo e deixar o suplente assumir. No caso de Bittar o afastamento é temporário, o prazo pedido pelo senador foi de 121 dias, para cuidar de assuntos pessoais. O primeiro suplente de Bittar, o medido oftalmologista Eduardo Velloso (UB), assumiu a cadeira e já está atuando a todo vapor.

Petecão e Maria das Vitórias

Já no próxima dia 5 de julho, é a vez do senador Sérgio Petecão (PSD) ceder sua vaga para sua primeira suplente: a ex-deputada Maria das Vitórias (PSD). Coincidentemente, a suplente é mãe do advogado João Tota Filho (PSD), escolhido como vice na chapa de Petecão ao Governo. Caso se eleja governador, Petecão, assim como Gladson fez há 4 anos, precisará renunciar ao Senado, ficando a vaga em definitivo com a suplente Maria das Vitórias.

História

Essa é a primeira vez que o Acre terá os 3 suplentes em um mesmo momento, de uma mesma legislatura, como titulares. Mas o estado tem um histórico de suplentes que assumem. Foi assim com Sibá Machado (PT), que assumiu a cadeira de Marina Silva (Rede) enquanto ela era ministra do Meio Ambiente, com Aníbal Diniz (PT), que ficou com a vaga de Tião Viana (PT), quando o médico ganhou o Governo pela primeira vez, em 2010, e com Nilson Mourão (PT), que assumiu a cadeira de Jorge Viana (PT), durante afastamento do titular.

Feminicídio

Em atendimento a um requerimento do deputado federal Leo de Brito (PT), a Câmara dos Deputados realiza nesta terça-feira (7) uma audiência pública para tratar sobre ações de combate ao feminicídio no Acre. O debate acontece em Brasília, mas poderá ser acompanhado pela internet e pela TV Câmara. “Em 2019, o Acre registrou 31 homicídios dolosos contra mulheres e, destes, 11 foram feminicídios, ou seja, casos em que mulheres foram mortas em crimes de ódio motivados pela condição de gênero”, lamentou o deputado.

Quimioterapia

A deputada federal e pré-candidata ao Senado, Jéssica Sales (MDB), compartilhou hoje nas redes sociais um vídeo emocionante em que relata sua última sessão de quimioterapia. Na oportunidade, a deputada agradeceu a Deus, familiares e aos profissionais de saúde. Sales descobriu um câncer de mama e está em tratamento desde o início deste ano. Lhe desejo saúde e plena recuperação, deputada!

Meio ambiente

Comemorado ontem, o dia Mundial do Meio Ambiente foi celebrado hoje pela Prefeitura de Rio Branco com o plantio de 500 mudas de ipês e buritis nas redondezas do lago da Fundação Hospitalar. O prefeito Tião Bocalom (PP) esteve presente na ação da sua Secretaria de Meio Ambiente.

TCE

O Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE) reprovou as contas do ex-deputado federal Sibá Machado (PT) enquanto esteve à frente da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Florestal da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens). Com irregularidade nas contas relativas ao ano de 2017, Machado foi condenado a devolver o valor não comprovado (R$ 736.383,30), além de multa de 10% (R$ 7.363,83) sobre o valor da devolução e multa de R$ 7.140,00.

Hassem

Em entrevista que foi ao ar no portal ContilNet no último domingo (5), o pré-candidato a deputado estadual Tadeu Hassem (Republicanos) mostrou preparo. Não fugiu das polêmicas e disse o que pretende fazer na Aleac, caso seja eleito.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.