31.3 C
Rio Branco
24 junho 2022 1:47 pm

Idoso que ganhou na loteria morre em deslizamento na Argentina

Uma das vítimas do deslizamento que atingiu hotel tinha vencido loteria uruguaia e viajava para aproveitar a fortuna com a família

POR METRÓPOLES

Última atualização em 08/06/2022 17:29

Uma tragédia comove a Patagônia, na Argentina, e o Uruguai. Três turistas, todos uruguaios, morreram dentro do hotel que estavam em Bariloche, na Argentina, após o prédio ter sido atingido na segunda-feira (6/6) por um deslizamento de terra. Socorristas argentinos encontraram nesta quarta-feira (8/6) os corpos dos dois turistas uruguaios que ainda estavam desaparecidos.

Uma das vítimas, Gerardo Casella, tinha ganhado o maior prêmio da loteria do Uruguai.

Os dois corpos foram retirados do Hotel Bustillo de madrugada e levados ao necrotério para autópsia, informou o Ministério Público da província de Rio Negro, onde fica San Carlos de Bariloche, cerca de 1.500 quilômetros ao Sul de Buenos Aires. Há três feridos hospitalizados.

Os corpos foram encontrados em um quarto coberto até o teto por dezenas de toneladas de lama de um aterro próximo ao hotel que desabou devido às fortes chuvas que caíram horas antes. “Metade da lama foi removida até chegar às pessoas que estavam no quarto deitadas na cama”, disse Patricia Díaz, subsecretária de Proteção Civil de Bariloche.

A primeira vítima fatal foi encontrada algumas horas depois que a avalanche de terra, rochas e lama invadiu a parte de trás do hotel na segunda-feira. A terra entrou no primeiro andar do estabelecimento, localizado na parte inferior do terreno, e atingiu o andar térreo. Segundo testemunhas, a lama percorreu os corredores até chegar aos quartos.

 

As vítimas foram identificadas como Alba González Giovanelli e seu marido, Orlando Casella. A mulher é irmã da primeira vítima, Víctor González Giovanelli. Por sua vez, a companheira do homem de 78 anos continua internada, embora fora de perigo. Os dois casais viajaram juntos para Bariloche, onde chegaram na segunda-feira, horas antes da tragédia.

O episódio ocorreu na tarde desta segunda-feira, após chuva intensa por mais de 36 horas. O complexo conta com dois hotéis e várias cabanas na mesma propriedade, entre as avenidas Bustillo e Pioneros, a 2,5 quilômetros do centro de Bariloche. Em decorrência das chuvas intensas que caíram na cidade, foi registrado um deslizamento de terra de uma área do complexo hoteleiro onde havia um canteiro de obras com terraplenagem e remoção de árvores.

No momento do desastre, pelo menos 50 pessoas estavam no local. A lama entrou com força no primeiro andar do hotel, cujos hóspedes saíram dos quartos como puderam, e chegaram ao térreo. Entre o primeiro andar dos quartos existe um restaurante e uma piscina interior. Os socorristas receberam uma ligação minutos antes das 19h da segunda-feira quando um lama, galhos e pedras atingiram o hotel localizado na parte mais baixa do terreno, próximo ao Lago Nahuel Huapi.

Imagem aérea mostra o deslizamento que atingiu um hotel em Bariloche com a morte de três turistas uruguaios após intensa chuva na região | FRANSCISCO RAMOS MEJIA/AFP/METSUL METEOROLOGIA

A tragédia no quarto do hotel encerrou de forma triste o sonho do uruguaio Gerardo Casella, um dos mortos no deslizamento. Conforme a imprensa uruguaia, ele havia comprado um bilhete inteiro da Loteria de Ano Novo no Uruguai e ganhou o primeiro prêmio, quantia milionária que lhe permitiu começar a fazer planos com sua esposa Alba González Giovanelli para aproveitar a vida. Um dos sonhos era conhecer o Sul da Argentina.

A pandemia adiou os planos de aproveitar o prêmio. Quando as restrições sanitárias caíram e as fronteiras foram abertas, o casal decidiu viajar para a Argentina junto com familiares. Os turistas uruguaios tinham passado o fim de semana em San Martín de los Andes, antes de Bariloche. Eles chegaram à cidade na segunda, depois do meio-dia em Bariloche.

A região de Bariloche enfrentou grave seca no verão e agora sofreu com chuva extrema, o que agravou o risco de deslizamentos pela condição do solo degradado. Os acumulados de chuva no começo da semana na cidade turística atingiram entre 75 mm e 100 mm na maioria dos pontos, mas algumas estações na cidade chegaram a reportar 150 mm como consequência da atuação de uma área de baixa pressão.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.078 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.