32.3 C
Rio Branco
2 julho 2022 1:32 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

“Pesquisa é retrato e a vida é filme”: o que frase de Ciro Gomes pode revelar sobre eleições no Acre

POR THIAGO CABRAL, DO CONTILNET

Ciro

O pré-candidato a presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, disse ontem em entrevista ao Flow Poadcast que “pesquisa é retrato e a vida é filme”, quando questionado sobre os números que tem atingido nas últimas pesquisas eleitorais, em que aparece com apenas um dígito.

Certeiro

Essa afirmação de Ciro é de uma clareza excepcional. Já falei aqui na coluna em outras oportunidades que pesquisas são instrumentos válidos, legais e amparados em bases científicas, portanto devem ser levadas a sério. No entanto, a pesquisa é um retrato do momento, do sentimento das pessoas naquele instante. E a gente sabe bem que tudo pode mudar na política em questão de horas, imagina em meses.

Acre

Com a avalanche de pesquisas que vem sendo divulgadas no estado, já podemos fazer algumas leituras. A mais escancarada delas é a que Gladson (PP) é o líder isolado na disputa pelo Governo, pois aparece na dianteira em todas elas. Em algumas ele aparece com um montante de intenção de votos que pode definir a situação já no 1° turno, em outras o cenário leva a crer em uma disputa decidida no 2° turno.

Tudo aberto

Caso a disputa seja levada para o 2° turno, a briga é pra escolher quem vai com Gladson para essa batalha. Por enquanto, tudo aberto. Mara Rocha (MDB), Petecão (PSD) e Jenilson (PSB), que atingiu os dois dígitos na última pesquisa e entra de vez no bloco de cima, são os favoritos para disputarem o turno final contra Gladson.

Jenilson

O deputado estadual Jenilson Leite talvez seja o pré-candidato ao Governo com mais margem para crescer. Chegou nos 11% praticamente sozinho. Quando colar a imagem na dos petistas Jorge Viana e Lula, deve ultrapassar a barreira dos 20%.

Banho-maria

A deputada federal Mara Rocha é outra que tem margem pra crescer. Com uma pré-campanha praticamente em ‘banho-maria’, já beira os 20%. Quando a campanha deslanchar, pode subir ainda mais.

Na fé

Já o senador Sérgio Petecão (PSD), que também é pré-candidato ao Governo, tem se apegado ao que aconteceu com seu aliado político, Tião Bocalom (PP), que saiu da rabeta nas pesquisas para se eleger prefeito da Capital. E por pouco não levou a disputa ainda no primeiro turno. Errado Petecão não está, rodado na política, sabe que treino é treino e jogo é jogo.

JV

Apesar de já ter declarado que vai disputar o Senado, Jorge Viana merece uma análise a parte por conta do seu teto de votos. Em praticamente todas as pesquisas, seja pra Senado ou Governo, o petista flutuou entre 20% e 25%. É um teto bastante vistoso, mas que não tem crescido. Só que também não desce. É o que pode se chamar de voto cativo. Nesse caso, a disputa do Senado com muitos candidatos pode ser bom pra Jorge, já que a tendência é que ele mantenha seu teto enquanto os outros postulantes disputem e pulverizem o restante dos eleitores. Se ninguém passar do teto do petista, está garantida a cadeira do Senado para JV mais uma vez.

Tião no CFM

O ex-governador do Acre, Tião Viana (PT), divulgou esta semana nas redes sociais que foi convidado para fazer parte da Câmara de Infectologia do Conselho Federal de Medicina, o CFM. Na legenda, Viana escreveu que honrará o convite “pela ciência”.

CFM

Por falar em CFM, o Conselho conta com um profissional que atua no Acre no alto escalão da direção nacional. Trata-se da médica pediatra Dilza Teresinha Ambros Ribeiro, que é secretária-geral da entidade. Dilza, aliás, já era secretária da entidade desde 2019 e foi reconduzida ao cargo para o biênio 2022-2024. Dra Dilza é a primeira representante do Acre a assumir uma cadeira na direção nacional do CFM.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.