21.3 C
Rio Branco
10 agosto 2022 12:21 am

AC registra mais de 200 focos de queimadas em julho e apresenta redução comparado a 2021

A Semapi divulga o Relatório de Queimadas diariamente pela Sala de Monitoramento

POR MARIA FERNANDA ARIVAL, DO CONTILNET

A população do Estado do Acre sofre anualmente com o período de estiagem entre julho e setembro, principalmente com fumaça e calor derivada das queimadas. Segundo dados da Sala de Monitoramento da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e das Políticas Indígenas (Semapi), entre 01 e 28 de julho de 2022, foram registrados 218 focos de queimadas no Acre.

Com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o Satélite de Referência AQUA apontou que os municípios de Feijó, Sena Madureira e Tarauacá apresentaram o maior número de focos com 54, 22 e 21, respectivamente. Na capital Rio Branco, foram registrados 18 focos. 

Quando comparado ao mesmo período do ano anterior, o Acre registrou uma diminuição de cerca de 35% de focos de queimadas entre 01 e 28 de julho. Em 2021, o Estado registrou 338 focos de queimadas.

Apesar da diferença no número de focos, os municípios que apresentam os maiores números são os mesmos: Tarauacá, Feijó e Sena Madureira, com 54, 43 e 30, respectivamente. Na capital, foram registrados 28 focos em 2021.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.