20.3 C
Rio Branco
13 agosto 2022 5:08 am

AC tem alto risco de enfrentar epidemias causadas por doenças transmitidas por animais, diz Fiocruz

Os locais de maior risco de surtos são as cidades amazônicas remotas junto a áreas de desmatamento

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 02/07/2022 16:59

Uma pesquisa liderada por cientistas do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), divulgada nesta semana na revista “Science Advances”, alerta para o risco da emergência de epidemias e pandemias a partir do Brasil, especialmente a Amazônia.

Os dados revelam 173 tipos de patógenos (vírus, bactérias, vermes, parasitas, fungos) associados à caça que podem causar ao menos 76 doenças em seres humanos.

Avaliando o surgimento de doenças transmitidas de animais para seres humanos, o Acre aparece entre os estados com alto risco.

A carne de caça é um dos principais transmissores de patógenos de animais e causadores de doenças em seres humanos podendo causar, pelo menos, 76 diferentes doenças.

O Acre enfrenta o alto risco justamente por ser um estado onde a caça ainda predomina. Os cientistas responsáveis pelo estudo avaliam que o risco de se desenvolver pandemias está presente em todo o país. A Amazônia é a região mais vulnerável, uma vez que abriga todas as condições “para uma tempestade pandêmica perfeita”.

Os locais de maior risco de surtos são as cidades amazônicas remotas junto a áreas de desmatamento.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.