21.3 C
Rio Branco
9 agosto 2022 7:23 am

Atacarejo Mineirão anuncia fechamento no AC; mais de 100 pessoas ficam desempregadas

POR TIÃO MAIA, PARA O CONTILNET

Última atualização em 22/07/2022 17:06

Fundada em Rio Branco como parte de um projeto de expansão que inaugurou lojas também em Porto Velho/RO e no Nordeste em cidades como Natal/RN, São Luís/MA, Petrolina e Caruaru/PE e João Pessoa/PB, a rede de supermercados Mineirão Atacarejo, localizada na Via Verde, já tem data marcada para fechar suas portas no Acre. A data de fechamento está marcada para o próximo dia 30, segundo o comunicado da direção da empresa a seus colabores e clientes.

Uma publicação da internauta Sâmia Ramos mostra as prateleiras do local vazias/Foto: Reprodução

A gerência local não explica as razões do fechamento, disse ao ContilNet uma servidora que se identificou com o nome de Daniela, na tarde desta sexta-feira (22). “Nem nós estamos sabendo as razões”, disse.

O fechamento da empresa significará a rescisão contratual e o desemprego de pelo menos 150 pessoas, o total de colaboradores da loja em Rio Branco. O Mineirão Atacarejo trabalha com vendas de gêneros alimentícios no atacado e varejo, abastecendo mercearias de bairro, grandes e pequenas, além da despensa da dona de casa.

Um pouco da história

A empresa começou em 1950, em Belo Horizonte, a partir de uma pequena mercearia na zona oeste da capital mineira. Nove anos depois, já era uma rede de dez mercearias e trinta funcionários. O primeiro supermercado da rede surgiu em 1972, no coração de Belo Horizonte.

O empreendimento, então, passa a ser uma sociedade por ações e se transforma em Epa Supermercados S/A e vive um período de grande expansão. A empresa, desde sua fundação, esteve focada nos clientes das classes C, D e E. Em 1996, decidiu atuar em outro nicho de mercado, que é clientela das classes A e B. Surge, então, o Mart Plus, um novo conceito de supermercado.

No início de 2000, um novo grupo de acionistas se forma e a DMA Distribuidora passa a ser uma sociedade anônima. A rede, com atuação apenas no mercado de Minas, inaugura sua participação no mercado do Espírito Santo em 2003.

Em 2010, cumprindo sua proposta de modernização tecnológica, investiu na implantação do sistema de gestão SAP, que abrange todos os processos da empresa: financeiro, contábil, fiscal, comercial, compras, vendas lojas, logística e gestão de estoque. Além disso, está por trás do controle da produção de perecíveis e integra também todos os processos dos PDVs. Buscando maior eficiência na integração das equipes, neste período, trocou também a sua solução de correio eletrônico e implementou uma intranet com sistemas de Workflow. Com isso, o Epa é, hoje, a única rede supermercadista no país que tem este controle efetivo de toda a sua operação.

Já em 2014, a estratégia de expansão foi reavaliada e as lojas de bandeira Mart Plus mudam para Epa Plus, gerando com isso um aumento considerável de fluxo e vendas. O ano de 2015 foi de grande expansão para o Epa, principalmente em Minas Gerais, com a abertura de 19 novos pontos de venda, chegando com sua marca a Governador Valadares, Teófilo Otoni e Nanuque, além de Ponte Nova, Itabirito, Ouro Preto, Ouro Branco e Pedro Leopoldo, em Minas Gerais.

Em 2016 o projeto de expansão continuou e foram abertas unidades nas cidades de Congonhas e Coronel Fabriciano, além de novas lojas em Belo Horizonte e Contagem, todas em Minas. Também em 2016 a DMA promove a volta ao mercado da tradicional e reconhecida marca Mineirão, agora no formato atacarejo.

Em 2017, o projeto de expansão promoveu a abertura de 17 unidades de venda das bandeiras Epa e Mineirão. Em 2018 e 2019, o projeto de expansão se consolidou e foram abertas 13 unidades do Mineirão e 7 unidades do Epa. A bandeira Mineirão chega, assim, ao estado da Bahia através da operação de sua loja em Porto Seguro. Em Minas, o Mineirão inaugura em Itajubá, Viçosa, Caratinga, Juiz de Fora, Varginha, Conselheiro Lafaiete, Matozinhos, Nanuque além de Contagem e Belo Horizonte.

Já a bandeira Epa consolida sua operação inaugurando unidades em Belo Horizonte, Lagoa Santa e Santos Dumont. Já em 2020, as unidades do Mineirão de Uberaba, Uberlândia, Coronel Fabriciano e Guanhães/MG, Ilhéus/ BA e Cachoeiro do Itapemirim/ ES foram inauguradas com sucesso. Depois, viajaram para o Norte e Nordeste do país e a bandeira Mineirão se estabelece em Natal/ RN, São Luís/MA, Petrolina e Caruaru/PE, João Pessoa/PB, Porto Velho/RO e Rio Branco.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.