27 C
Rio Branco
12 agosto 2022 9:59 pm

Criminosos invadem residência, torturam adolescentes e acabam presos em Rio Branco

POR ITHAMAR SOUZA

Última atualização em 30/07/2022 13:22

Os assaltantes Antônio Wesley de Araújo Freire, 32 anos, e Luclemarcos da Silva Costa, 26, foram presos acusados de roubo, tortura e cárcere privado. O fato aconteceu no final da manhã desta sexta-feira (29), no km 7 do Ramal Três Palhetas, no Projeto de Assentamento Mareno Maia, na região da Transacreana, na zona rural de Rio Branco. Já a prisão da dupla ocorreu na tarde na Rodovia AC-40, próximo ao Parque de Exposições Wildy Viana, por uma guarnição do 2° Batalhão.

Segundo informações da polícia, Antônio e Luclemarcos estava no ramal e acabaram invadindo uma casa onde funciona um pequeno comércio na região, quando dois adolescentes, sendo um de 13 e outro de 15 anos, foram comprar um refrigerante e, ao chegarem no estabelecimento comercial, foram rendimentos e torturados pelo bandidos para falarem onde estavam as armas de fogo do comércio.

O adolescente de 13 anos teve a cabeça pisoteada e foi sufocado por um colchão e acabou desmaiando, e o outro continuou sendo agredido pela dupla de criminosos. Ao ver que os adolescentes não moravam naquela residência que eles tinham invadido, amarraram os meninos e trancaram eles dentro de um quarto.

Os bandidos ligaram para um táxi lotação e fugiram levando roçadeira, televisões, maquiagem e outros produtos que estavam a venda no pequeno comércio. Os adolescentes conseguiram se soltar e pularam uma janela e pediram ajuda a outro morador em outra colônia, que acionou a policia e o proprietário do imóvel que estava em Rio Branco comprando mais mercadoria para vender para os moradores da ramal.

A comunidade rapidamente se mobilizou e fez buscas na região, mas não tiveram êxito. Uma guarnição do 2° Batalhão, estavam se direitinho para ocorrência, quando visualizou o táxi passando pela Rodovia AC-40, e já haviam recebido a informação via Copom sobre o assalto. O veículo estava passando pelo Parque de Exposições quando foi dada ordem de parada pelos PMs, que foi obedecida pelo motorista do táxi.

Durante a revista veicular, foram encontrados todos os objetos roubados no pequeno comércio. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão à dupla, que foi encaminhada para a Delegacia de Flagrantes (Defla), juntamente com todos os objetos apreendidos, para a tomada das medidas cabíveis.

O motorista do táxi provou que não possuía envolvimento nenhum com o crime, e foi ouvido pelo delegado e liberado em seguida.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.