31.3 C
Rio Branco
7 agosto 2022 2:51 pm

Gladson é empossado presidente do PP: “Quero ser governador de novo porque minha missão ainda não terminou”

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 14/07/2022 19:41

O Partido Progressistas (PP) reuniu seus militantes e pré-candidatos às casas legislativas federal e estadual para empossar o governador Gladson Cameli como seu presidente regional.

A senadora Mailza Gomes, que deve ser candidata à reeleição, será a presidente de honra da agremiação. A pastora Michele Miranda representou o marido, deputado federal Alan Rick (União Brasil) na solenidade. Alan Rick também deve ser candidato ao Senado da coligação.

Evento ocorreu na noite desta quinta-feira/Foto: ContilNet

Na condição de presidente regional, o governador será o comandante da sua própria sucessão. A professora Márcia Bittar, apontada como pré-candidata a vice-governadora e companheira de chapa de Gladson Cameli, também esteve na solenidade.

O primeiro a falar na solenidade foi o senador licenciado Márcio Bittar, presidente regional do União Brasil, um dos partidos da coligação de pelo menos dez partidos que devem conduzir a campanha em busca da vitória.

Márcio Bittar anunciou que está combinado com o governador que as convenções partidárias devem ocorrer antes da realização da Feira Agropecuária, no final do mês de julho e começo de agosto.

“ Na próxima semana, marcharemos por todo o Acre com o que chamo de passar as tropas em revista no início desta campanha vitoriosa”, disse Bittar.

Militância compareceu ao evento na sede do partido/Foto: ContilNet

O senador lembrou ainda que será a chapa encabeçada por Gladson Cameli para o qual o presidente Jair Bolsonaro vai pedir votos no Acre. “Muitos devem usar o nome do presidente, mas são os integrantes desta chapa que são os verdadeiros aliados do presidente e os autênticos bolsonaristas do Acre. Aqui, entre os acreanos, o presidente Bolsonaro nunca esteve atrás de Lula. E isso vai se repetir em 2022”, disse o senador.

“Esse ato aqui vai causar tristezas em muita gente que vinha torcendo e agindo para que eu e o governador estivéssemos brigados já no início desta campanha. Se decepcionaram porque, mais do que nunca, estamos unidos e prontos para a vitória”, afirmou.

Falou ainda no encontro o presidente da Câmara Municipal de Rio Branco, vereador N. Lima (PP). Em nome dos prefeitos Progressistas, falou Bené Damasceno, de Porto Acre.

Marcia Bittar, já indicada pré-candidata a vice governadora, disse que, na solenidade, além do presidente Bolsonsro, representava um pacote de partidos.

“Meu comportamento será o de apoio moral e espiritual ao governador em seu segundo mandato. O que quero é ajudar o Estado que acolheu tão bem à mim e à minha família. Espero só o comando do meu governador Gladson Cameli para iniciarmos a campanha”, disse.

O deputado Manuel Moraes, candidato à reeleição, falou em nome dos deputados estaduais do PP, disse que os candidatos da coligação vão fazer a diferença em relação á vitória de Gladson Cameli.

“Vamos eleger no mínimo dois deputados federais pelo PP”, disse. Em seguida, o deputado estadual Gerlen Diniz, que deve ser candidato à  Câmara Federal pelo PP, lembrou que foi Gladson Cameli que desbancou 20 anos de governos petistas.

“Quando o Gladson assumiu, muitos servidores não haviam recebido seus salários e o décimo terceiro. Por isso, vamos eleger também pelo menos quatro deputados estaduais e, além do governador, vamos eleger também a senadora Mailza Gomes”, afirmou.

A senadora agradeceu à militância do PP pelo apoio. “É graças à união manifestada nesta campanha que vamos para a vitória de forma grandiosa”, afirmou a senadora em lágrimas. “Quero continuar trabalhando ao seu lado, Gladson”, acrescentou.

Apos fazer uma retrospectiva sobre a campanha passada, o governador Gladson Cameli disse que a campanha de 2022 está começando maior que a daquele ano vitorioso.

“Ninguém governa só e eu preciso de todos vocês na campanha e para me ajudar governar no segundo mandato. Mas este desafio, nós não vamos vencer com festas -que também são necessárias- e sim, com muito trabalho”, afirmou. “Não precisamos viver o clima de desconfiança. Vou ser governador de novo porque tenho uma missão a cumprir e ela ainda não terminou”, afirmou Gladson Cameli.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.