24.3 C
Rio Branco
10 agosto 2022 1:32 pm

Golpe das panelas: Polícia Civil já identificou quadrilha e uma das integrantes já foi levada à delegacia

O delegado titular do Bujari, Bruno Coelho, já instaurou inquérito e vai representar pela prisão preventiva de todos

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 08/07/2022 19:56

Em um trabalho rápido, a Polícia Civil do Acre, por meio da Delegacia do município do Bujari, já identificou a quadrilha que aplicou diversos golpes no estado com a venda de panelas no Acre.

O golpe funciona através da venda de panelas, os golpistas se posicionam em estacionamentos de superemcados e abordam as vítimas, eles aparecem sempre como um casal e às vezes até com filho, para dar credibilidade, oferecem panelas de marca por um preço bem atrativo, mas as vítimas levam para casa uma mercadoria falsificada, de qualidade inferior e ainda têm o cartão de crédito clonado.

Em um dos casos, a vítima foi abordada em casa e procurou a reportagem afirmando que um casal chegou na residência oferecendo panelas, afirmando que o valor era R$ 180,00, mas na hora de fazer o pix, a falsa vendedora ofereceu ajuda e na hora de digitar o valor, colocou R$ 1.800,00. Foi o filho da mulher que percebeu a situação pois foi olhar o aplicativo da mãe.

Neste momento ele disse que foi atrás do casal, abordou a mulher e chamou a Polícia Civil que foi detida.

Ao ContilNet, a Polícia Civil informou que a mulher foi ouvida, mas como não se tratava de flagrante, não foi presa. Algumas das vítimas já tiveram seu dinheiro restituido.

Uma das vítimas teve valor restituido/Foto: cedida

Além do golpe pelo PIX, algumas pessoas relataram que ao fazer o pagamento pelo cartão, o mesmo era clonado. O grupo se dividia e usaravam duas caminhonetes Hilux, uma cinza e outra branca, Além de dois veíuculos Fiat Toro de cor vinho e uma branca.

Até o momento, 10 vítimas do grupo foram identificadas pela polícia em Rio Branco e Sena Madureira. Este tipo de golpe já ocorreu em diversos outros estados brasileiros como Rio de Janeiro, Goiás, Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e outros.

Segundo a Polícia Civil do Bujari, 10 pessoas já foram identificadas como sendo da quadrilha, eles são oriundos dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo e vieram para o Acre exclusivamente para aplicar o golpe.

O delegado titular do Bujari, Bruno Coelho, já instaurou inquérito e vai representar pela prisão preventiva de todos, as investigações continuam.

A Polícia Civil pede que quem foi vítima da quadrilha, que registre um boletim de ocorrências para que possa efetivamente dar continuidade ao trabalho investigativo para que possa punir todos os que cometeram o crimes. Além disso, pede que quem fez a compra com cartão, verifique a possibilidade de clonagem.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.