27.3 C
Rio Branco
17 agosto 2022 10:38 am

No Acre, nome social no título de eleitor cresce 242% em quatro anos

Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgados nesta sexta-feira (15)

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 17/07/2022 16:40

No Acre, o número de pessoas que solicitaram a inclusão de nome social no título de eleitor cresceu 242.30% desde 2018, ano em que foi permitido pela primeira vez esse tipo de registro.

Leia também:Eleitorado acreano apto a votar aumentou 7%; maioria continua sendo mulher, diz TRE

Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgados nesta sexta-feira (15).

Ao todo 89 pessoas se registraram com o nome social e estão aptas a votar em outubro, quando ocorre o primeiro turno das eleições.

Em 2018, foram 26 pessoas que fizeram a alteração. No cenário nacional o crescimento também foi significativo: a quantidade passou de 7,9 mil, em 2018, para 37,6 mil neste ano.

NOME SOCIAL

Pessoas transgêneros e travestis têm o direito de, na hora de votar, se identificarem da forma como se reconhecem e são reconhecidas ou reconhecidos na sociedade. Por isso, desde 2018, a Justiça Eleitoral passou a permitir o uso do nome social no título. O prazo para pedir essa alteração antes das Eleições 2022, foi até 4 de maio.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.