27.3 C
Rio Branco
7 agosto 2022 1:44 pm

Prefeitura divulga medidas para não superlotar atendimentos de Covid-19 em Rio Branco

As medidas devem ser tomadas para evitar o aumento da transmissão de Covid-19 e superlotar unidades de saúde em Rio Branco

POR MARIA FERNANDA ARIVAL, DO CONTILNET

Última atualização em 13/07/2022 13:47

O secretário municipal de Saúde em exercício, Johnatan Santiago, explica medidas para conter transmissão de Covid-19 neste momento em que o Acre registra aumento de casos da doença, além da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) comum neste período do ano no Estado.

Em coletiva de imprensa, na manhã desta quarta-feira (13), o secretário em exercício explicou que, neste momento, as unidades de atenção básica podem sofrer um “estrangulamento”, com um grande número de pessoas buscando atendimento.

Segundo o secretário em exercício, se a pessoa apresentar os sintomas gripais como coriza, tosse, garganta, diarreia e apneia, ele deve aguardar até o terceiro dia para buscar as unidades de saúde. “O município pede que as pessoas que necessitarem ir para unidade básica de saúde, que é atendimento do município, somente após o terceiro dia. Se houver casos mais urgentes, isso é individual de cada um. Se nos primeiros dias houver uma rápida piora, essa pessoa já pode buscar uma unidade de saúde”, explica.

De acordo com Santiago, a preocupação do município é, além de atender bem a população e fazer com que as pessoas se sintam confortáveis em procurar uma unidade de saúde, é agilizar o atendimento para que ele não passe muito tempo no local para evitar contágio e transmissão.

“O município está oferecendo e temos um estoque considerável de testes, pelo menos para mais 60 dias. A população pode buscar os testes, o município quer fazer a testagem, porém não é aquela pessoa que sentiu um leve desconforto”, explica o secretário.

O município reforçou o serviço de enfermagem na triagem das unidades de saúde, principalmente na Unidade de Referência Maria Barroso, no bairro Sobral, para que durante a triagem inicial, os profissionais identifiquem e avaliem a necessidade de realizar o teste. “Com a expertise de cada um, eles vão avaliar a necessidade. O teste deve ser feito, porém com aquelas pessoas que estão com síndrome, com sintomas da covid, não apenas porque teve contato com terceiros, ele pode não estar doente e pode ainda se contaminar naquele momento”, explica.

Pontos de vacinação

As Unidades de Referência de Atenção Primária (Uraps) com vacinas disponíveis para a população são Urap Eduardo Assmar, Rozangela Pimentel, São Francisco, Hidalgo de Lima, Ary Rodrigues, Bacurau, Cláudia Vitorino e Roney Meireles, e Policlínica Barral y Barral, das 8h às 16h. 

As vacinas estão disponíveis para crianças com 5 anos ou mais, acompanhada dos pais ou responsáveis. Para adolescentes de 12 a 17 anos, há disponível a dose de reforço com intervalo de quatro meses ou mais desde a segunda dose. Para adultos, há disponível a dose de reforço com intervalo de 4 meses ou mais da segunda dose, e para acima de 30 anos, a quarta dose está disponível, desde que tenha mais de quatro meses de intervalo desde a terceira dose. Na Urap Vila Ivonete há dose de reforço da Janssen, com intervalo de mais de dois meses da segunda dose.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.