Gigantes, apartamentos de Jô Soares em SP valem mais de R$ 7 milhões

Jô Soares (1938-2022) morava desde 1991 em um apartamento de mais de 600 metros quadrados no bairro de Higienópolis, na região central de São Paulo. O apresentador chegou a dizer que havia desembolsado uma “mixaria” pelo imóvel quando comprou. Anos depois, o comediante adquiriu uma outra unidade no mesmo prédio e transformou a residência em um duplex com elevador privativo.

De acordo com o índice do site Agente Imóvel, de maio de 2022, o metro quadrado das residências na Avenida Higienópolis, onde fica o edifício que Jô morava, tem preço médio de R$ 12.227 –ou seja, cada um dos apartamentos vale cerca de R$ 7,3 milhões.

O condomínio onde o artista viveu seus últimos 30 anos de vida tem apenas um apartamento por andar, e os imóveis têm a partir de 620 metros quadrados, com ao menos quatro dormitórios e quatro vagas de garagem. Adriane Galisteu era vizinha do ex-comandante do Programa do Jô.

Em 2011, Angélica visitou Jô Soares para o extinto Estrelas (2006-2018) e conversou com o ator sobre a residência. “Eu mudei para cá em 1991”, disse ele, que explicou como foi o processo de busca pelo local. A mudança na época foi feita ao lado de sua então mulher, Flávia Pedra Soares, de quem se separou em 1998.

“Quando eu vendi a casa que eu tinha, nós fomos morar num apartamento alugado. Num domingo, a Flávia acordou e disse pra gente procurar uma casa. Eu falei: ‘Mas tá tão bom aqui, pra quê?’. Mas aí a gente foi e procurou pela cidade toda, passamos por cinco ou seis apartamentos, todos caríssimos e mínimos”, recordou ele:

Aí as duas corretoras falaram: ‘É, então não tem mais nada. Só tem um apartamento antigo, mas tem dois inconvenientes, não tem salão de festas nem tem playground’. Eu falei que era esse que eu queria. Aí quando chegamos aqui e eu vi essa sala, essa madeira toda, eu disse que era esse mesmo. E foi baratíssimo.

Ainda que Jô tivesse considerado o valor baixo para os anos 1990, o preço do imóvel valorizou com o tempo. Após comprar uma outra unidade no mesmo edifício, o apresentador dividiu o espaço em dois: um local era onde ficava a parte da casa e no outro era uma espécie de espaço cultural, com biblioteca, escritório, ateliê e até um estúdio.

O local ainda conta com um acervo de obras de arte, esculturas e alguns espaços peculiares, como uma barbearia própria e uma capela em homenagem a Santa Rita de Cássia. Para facilitar a locomoção entre a residência que virou um duplex, ele instalou um elevador a vácuo.

Veja foto abaixo:

Jô Soares em seu apartamento

Jô Soares em seu elevador residencial

Jô Soares foi casado três vezes: com Teresa Austregésilo (1933-2021), Sylvia Bandeira e Flávia Pedra, mas passou os últimos anos de vida solteiro. O único filho que tinha, Rafael Soares, morreu em 2014. Como o apresentador também não tinha irmãos, o processo de sucessão de bens precisa ser feito por meio de testamento.

Veja abaixo imagens de Jô em seu apartamento que virou duplex:

video
play-sharp-fill

 

PUBLICIDADE