29 de maio de 2024

Com sucesso de Joelma, restaurante acreano em SP ganha destaque por conta da procura por tacacá

'Eu vou tomar um tacacá', é o trecho da música da cantora paraense que viralizou nas últimas semanas

A música ‘Voando para o Pará’, da cantora Joelma, viralizou nas redes sociais nas últimas semanas. Com uma letra que fala sobre um dos pratos típicos da região norte, o Tacacá, o hit fez com que a iguaria fosse o prato mais pesquisado no Brasil em 2023, segundo levantamento do Google.

Único representante da culinária acreana em São Paulo, o restaurante Casa Tucupi, da chefe Amanda Vasconcelos, é um dos poucos restaurantes na metrópole que você consegue encontrar o Tacacá. Ele fica localizado no bairro da Vila Mariana, um dos mais tradicionais da capital paulista.

Tacacá servido na Casa Tucupi/Reprodução (Redes sociais)

O restaurante virou destaque em um guia publicado pela Revista Abril, que mostra quais os locais de São Paulo disponíveis para quem quiser provar o Tacacá, sem precisar viajar ao Pará ou outro estado amazônico.

Pratos comuns para os acreanos como baixaria, tacacá, rabada no tucupi, creme de cupuaçu e costela de tambaqui fazem parte do cardápio da Casa do Tucupi. O famoso Tacacá, por exemplo, custa cerca de R$ 32.

A cantora Joelma, inclusive, já esteve no restaurante acreano durante uma reportagem da Rede Record, ao lado da chefe acreana e da apresentadora Ticiane Pinheiro. O registro foi publicado na última semana no perfil da Casa Tucupi.

“Sabiam que a nossa rainha Joelma e a Ticiane Pinheiro já passaram pela nossa cozinha e experimentaram nosso tacacá? E você, tá esperando o que para conhecer também?”, escreveu a chefe.

Em entrevista ao ContilNet, a dona da Casa Tucupi lembrou do dia que recebeu a cantora no restaurante e destacou a importância do prato para os estados da Região Amazônica.

“A gente cozinhou com ela durante uma gravação. É muito bom ver a Região Norte e esse parto ganhando repercussão e sendo mais valorizada. Eu moro em São Paulo há 12 anos. Quando eu cheguei aqui ninguém nem sabia o que era tacacá e é muito legal ver a curiosidade das pessoas com o prato, com o tucupi, que inclusive muitas pessoas confundem, acham que é um peixe. E com a repercussão da música as pessoas conhecem sobre o prato e a nossa cultura”, disse.

Nascida em Rio Branco, a chefe destacou que os produtos utilizados no prato, como o tucupi e o jambu, são trazidos do Pará para São Paulo, por meio de transporte aéreo.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost