28 de maio de 2024

Justiça inocenta mãe de três crianças que morreram carbonizadas; MPAC diz que ela estava bêbada

Jociane Evangelista Monteiro foi considerada inocente e juiz lembrou que ela era mãe solteira sem qualquer tipo de apoio famiiar ou dos pais das crianças

Denunciada pelo Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) pelo crime de abandono de incapaz, a mãe de três crianças que acabaram morrendo carbonizadas num barraco no Portal da Amazônia, bairro do bairro do Calafate, em Rio Branco, em dezembro de 2020, Jociane Evangelista Monteiro, foi absolvida pela justiça.

A mãe das crianças foi inocentada/Foto: Reprodução

O juiz da 4ª Vara Criminal, Clóvis Augusto Cabral, decidiu pelo perdão judicial à acusada e lembrou a inexistência de perícia capaz de determinar a causa do incêndio que matou as crianças de 4 e 2 anos de idade e de um bebê de oito meses.

A casa pegou fogo com as crianças dentro dela/Foto: ContilNet

Na denúncia, o MPAC sustentava que, na noite do crime, a mulher estava embriagada. O juiz Clóvis Augusto Cabral, no entanto, reconheceu tratar-se de um caso complexo e de difícil decisão, mas optou por inocentar a acusada com base no princípio de que ela era mãe solteira sem qualquer tipo de apoio familiar ou dos pais das crianças.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost