Bolo ingerido por bebê de um ano, que morreu no interior, foi feito com maconha, aponta laudo


Com as provas a mãe deverá ser indiciada pela morte da criança e encaminhada ao presídio nos próximos dias

REDAÇÃO CONTILNET

O laudo pericial feito no bolo ingerido pelo bebê de morreu no dia 24 de Abril, no município de Manoel Urbano, apontou positivo para a presença de maconha. Além do bebê, outros dois adolescentes de 12 e 13 anos ingeriram o alimento e tiveram que ser internada no hospital da região.

De acordo com o inquérito policial, o bolo teria sido feito pela mãe da vítima, e seria levado para o marido no presídio de Sena Madureira. No Instituto Médico Legal (IML) foi coletado sangue e material gástrico do estômago da criança que detectaram a ingestão da substância misturada com o alimento.

Kethelly Katrinny tinha apenas 1 ano de idade/Foto: reprodução

Os laudos, com os resultados da perícia, serão encaminhados à Delegacia do município para que o delegado possa dar prosseguimento ao caso. Com as provas a mãe deverá ser indiciada pela morte da criança e encaminhada ao presídio nos próximos dias.

comentários

Outras Notícias

Veja Também